Portal da USP Portal da USP Portal da USP

Desterritorialização e a forma literária. Literatura brasileira contemporânea e a experiência urbana

Flora Süssekind

Resumo


O ensaio reflete sobre a tensão perceptível na dificuldade de representação do ambiente urbano violento na literatura brasileira contemporânea. Se, na ficção, tende-se a um tipo de narrativa semelhante ao documentário, reforçada muitas vezes por imagens fotojornalísticas, na poesia as relações com a difícil experiência da vida na grande cidade aparecem sob formas mais oblíquas, na figuração do paranóico à espreita em Sebastião Uchoa Leite, na instabilidade espacial e sensação de risco em Ângela Melim, Ítalo Moriconi e outros, na inderteminação e na procura da forma em Duda Machado - enfim, modos distintos de desterritorialização em face de uma vivência quase irrepresentável.

Palavras-chave


Poesia brasileira contemporânea; ficção brasileira contemporânea; experiência urbana; violência.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i8p60-81

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.