Narrativas in extremis

Autores

  • Vilma Arêas Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i8p104-111

Palavras-chave:

Jean-Claude Bernardet, José Cardoso Pires, fronteira entre autobiografia e ficção, proximidade da morte.

Resumo

Este artigo refere-se aos livros de dois escritores, Jean-Claude Bernardet e José Cardoso Pires, nos quais ambos descrevem a experiência da proximidade da morte. Considerados de maneira geral obras autobiográficas, procura mostrar os recursos ficcionais de que lançam mão, sem negar o cunho de verdade biográfica, origem dos textos. Estes podem ser considerados textos de fronteira, em que autobiografia, ficção e avaliação da realidade se misturam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-12-06

Como Citar

Arêas, V. (2005). Narrativas in extremis. Literatura E Sociedade, 10(8), 104-111. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i8p104-111

Edição

Seção

Ensaios