Schiller e a continuidade idealista na teoria do realismo burguês alemão

Autores

  • Daniel Bonomo Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i19p57-66

Palavras-chave:

Idealismo, realismo, Friedrich Schiller, Theodor Fontane, Otto Ludwig, Julian Schmidt.

Resumo

O ensaio procura mostrar manutenções idealistas em textos do realismo programático alemão na década de 1850 buscando no pensamento de Schiller, em fins do século XVIII, escolhas e conteúdos atualizados em Theodor Fontane, Otto Ludwig e Julian Schmidt, três dos principais nomes da teoria realista em apreço, também conhecida como teoria do realismo burguês. A opção por determinadas conciliações, nesses autores, conduz o debate.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-04-13

Como Citar

Bonomo, D. (2015). Schiller e a continuidade idealista na teoria do realismo burguês alemão. Literatura E Sociedade, 19(19), 57-66. https://doi.org/10.11606/issn.2237-1184.v0i19p57-66

Edição

Seção

Ensaios