O que queria falar sobre Marília Garcia

Autores

  • Julia Pasinato Izumino Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2019.174060

Palavras-chave:

Voz do escritor, Marília Garcia, Teoria literária, DTLLC, Poesia

Resumo

Marília Garcia é tradutora, editora e cofundadora da Luna Parque, editora independente de livros de poesia. Foi cocriadora e curadora da Revista Modo de Usar e Co., ao lado de Angélica Freitas e Ricardo Domeneck, revista on-line que colecionou uma enorme variedade de poetas do mundo todo. Escreve colunas para jornais e revistas, aparece em festivais e eventos sobre literatura e, claro, é poeta. Até agora publicou seis livros, sendo o primeiro, 20 poemas para o seu walkman, de 2007.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julia Pasinato Izumino, Universidade de São Paulo (USP)

Julia Pasinato Izumino desenvolve trabalho de mestrado sobre a poesia de
Ana Cristina Cesar e a fotografia de Vivian Maier no Programa de Teoria
Literária e Literatura Comparada da USP.

Referências

GARCIA, Marília. 20 poemas para o seu walkman. São Paulo: Cosac Naify; Rio de Janeiro: 7Letras, 2007.

GARCIA, Marília. Engano geográfico. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012.

GARCIA, Marília. Um teste de resistores. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.

GARCIA, Marília. Paris não tem centro. Rio de Janeiro, 7Letras, 2016.

GARCIA, Marília. Câmera lenta. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

Downloads

Publicado

2019-12-27

Como Citar

Izumino, J. P. (2019). O que queria falar sobre Marília Garcia. Magma, 26(15), 315-320. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1769.mag.2019.174060

Edição

Seção

Voz do Escritor