[1]
G. S. Philipson, “Do que não se pode escapar: reflexões (teórico-)(literárias) para um pensamento da responsabilidade da arte”, Magma (São Paulo), nº 14, p. 183-200, dez. 2018.