[1]
G. Nogueira, “A Simultaneidade moderna à moda da casa: uma análise de algumas propostas estéticas em A escrava que não é Isaura, de Mário de Andrad”e, Magma (São Paulo), nº 14, p. 201-212, dez. 2018.