Entre Israel e a Palestina poderia haver um Mandela

Autores

  • Magno Paganelli Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2446-5240.malala.2017.131660

Palavras-chave:

Mandela, Israel, Palestina, Apartheid, pacificação

Resumo

O presente ensaio pretende indicar a necessidade do diálogo e de abordagens conciliatórias em contextos diversos, tomando como modelo o processo de pacificação étnica ocorrido na África do Sul. A opção do presente autor contempla a situação de Apartheid no conflito Israel-Palestina como objeto e destaca apenas um dos seus inúmeros aspectos, a ocupação, propondo como paradigma no caminho para a paz a atuação de Nelson Rolihlahla Mandela, Prêmio Nobel da Paz em 1993, em sua luta contra a segregação racial naquele país

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Magno Paganelli, Universidade de São Paulo

Magno Paganelli é doutorando em História Social (USP), Mestre em Ciências da Religião (Mackenzie), Bacharel em Teologia com especialização em Novo Testamento. É Jornalista, Pedagogo com pós-graduação em Didática do Ensino Superior (Mackenzie) e membro do GTOMMM (USP/CNPq).

Downloads

Publicado

2017-04-30

Como Citar

Paganelli, M. (2017). Entre Israel e a Palestina poderia haver um Mandela. Malala, 5(7), 50-67. https://doi.org/10.11606/issn.2446-5240.malala.2017.131660