A luta antissionista e o Mandato da Palestina: o movimento político árabe palestino sob controle britânico (1917-1937)

Autores

  • Luiz Salgado Neto Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2446-5240.malala.2017.131665

Palavras-chave:

Palestina, árabes palestinos, Mandato Britânico, Sionismo

Resumo

Este artigo tem o objetivo de discutir o movimento político árabe palestino que lutou contra o projeto sionista entre 1917 e 1937, considerando sua inserção na ordem institucional estabelecida pelo Mandato Britânico. A análise será centrada na atuação de um segmento específico do movimento político árabe palestino, os notáveis urbanos, que buscou combater o projeto sionista mantendo uma relação de proximidade com os agentes britânicos. Busca-se demonstrar que a atuação dos líderes políticos árabes palestinos foi complexa e heterogênea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Salgado Neto, Universidade Federal do Rio de Janeiro

O autor possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010), Mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (2013) e Doutorado em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (em andamento). Trabalha no Arquivo Nacional, atuando na Coordenação-Geral de Acesso e Difusão Documental. Dedica-se ao estudo da História do Oriente Médio contemporâneo, com ênfase no conflito Israel-Palestina. Atualmente, pesquisa o movimento político palestino durante o controle britânico da Palestina (1917-1948).

Downloads

Publicado

2017-04-30

Como Citar

Salgado Neto, L. (2017). A luta antissionista e o Mandato da Palestina: o movimento político árabe palestino sob controle britânico (1917-1937). Malala, 5(7), 111-133. https://doi.org/10.11606/issn.2446-5240.malala.2017.131665