O Fenômeno dos Banhos Públicos e os Casos Pompeianos

Autores

  • Victor Sá Ramalho Antonio Universidade de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2177-4218.v1i1p99-111

Palavras-chave:

Império Romano, Pompeia, Termas, Público, Identidade.

Resumo

Este artigo busca prover subsídios para o estudo dos banhos públicos romanos no contexto de seus desenvolvimentos iniciais na Campânia romana. Na tentativa de executar tal proposta, este pequeno trabalho consiste em um estudo comparativo de três banhos públicos encontrados em Pompeia em seu ano final, 79 D.C.: as Termas de Stabia, as Termas do Foro e as Termas Centrais. O Foco aqui está na discussão das identidades romanas associadas a esta s construções, dentro de um debate mais amplo sobre a romanização da Campânia e os problemas deste conceito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Sá Ramalho Antonio, Universidade de São Paulo.

Graduando em História pela Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2010-12-28

Como Citar

Antonio, V. S. R. (2010). O Fenômeno dos Banhos Públicos e os Casos Pompeianos. Mare Nostrum, 1(1), 99-111. https://doi.org/10.11606/issn.2177-4218.v1i1p99-111

Edição

Seção

Artigos