O conceito de <i>hegemonia</i> no percurso dos meios às mediações

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i1p173-188

Palavras-chave:

Hegemonia, mediações, comunicação de massa, cultura popular, América Latina

Resumo

O deslocamento teórico-metodológico dos meios às mediações, proposto por Jesús Martín-Barbero, implica a adoção de uma perspectiva na qual a comunicação é associada a processos político-culturais. Nessa abordagem, o conceito de hegemonia ocupa posição central. Este artigo propõe-se a evidenciar como essa contribuição teórica auxiliou no desenvolvimento de uma abordagem original sobre a comunicação de massa na América Latina. Para tanto, inicia com uma explanação sobre a origem do termo e sua apropriação pelos estudos de comunicação e cultura. Em seguida, situa historicamente as pesquisas de Martín-Barbero que introduziram o conceito no continente, possibilitando a compreensão de suas singularidades no livro Dos meios às mediações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gláucia da Silva Mendes Moraes, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em Comunicação e Cultura pela UFRJ. Mestre e jornalista pela UFJF.

Referências

BOBBIO, N. O conceito de sociedade civil. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1982.

COSTA, R. M. C. D.; MACHADO, R. C.; SIQUEIRA, D. Teoria da comunicação na América Latina: da herança cultural à construção de uma identidade própria. Curitiba: Editora UFPR, 2006.

COUTINHO, C. N. Gramsci: um estudo sobre seu pensamento político. Rio de Janeiro: Campus, 1989.

COUTINHO, E. G. Gramsci: a comunicação como política. In: COUTINHO, E. G.; FREIRE FILHO, J.; PAIVA, R. (Orgs.). Mídia e poder: ideologia, discurso e subjetividade. Rio de Janeiro: Mauad X, 2008. p. 41-55.

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011, v. 2.

______. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012, v. 3.

______. Cadernos do cárcere. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2013, v. 1.

GRUPPI, L. O conceito de hegemonia em Gramsci. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1978.

KELLNER, D. A cultura da mídia. Bauru: Edusc, 2001.

MARTÍN-BARBERO, J. Comunicación masiva: discurso y poder. Quito: Editorial Época, 1978.

______. Oficio de cartógrafo: travesías latinoamericanas de la comunicación en la cultura. Cidade do México: Fondo de Cultura Económica, 2002.

______. Dos meios às mediações: Comunicação, cultura e hegemonia. 6. ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

______. Diversidade em convergência. MATRIZes, São Paulo, v. 8, n. 2, p. 15-33, jan./jun. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v8i2p15-33

MATTELART, A.; MATTELART; M. História das teorias da comunicação. São Paulo: Edições Loyola, 1999.

SILVA, C. E. L. Indústria Cultural e cultura brasileira: pela utilização do conceito de hegemonia cultural. Encontros com a Civilização Brasileira, n. 25, p. 167-194, 1980.

SILVA, M. P. Jesús Martín-Barbero (1937-). In: AGUIAR, L.; BARSOTTI, A. (Orgs). Clássicos da comunicação. Petrópolis: Vozes, 2017. p. 294-310.

Publicado

2018-05-03

Como Citar

Moraes, G. da S. M. (2018). O conceito de <i>hegemonia</i> no percurso dos meios às mediações. MATRIZes, 12(1), 173-188. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i1p173-188

Edição

Seção

Dossiê