O papel do dualismo no discurso ambiental

uma análise a partir de filmes documentários sobre a questão agrícola

Palavras-chave: Formação discursiva, Discurso Ambiental, Filme Documentário

Resumo

Tomando como base o conceito de formação discursiva, este estudo partiu da hipótese de que o dualismo desempenha papel central dentro do que nomeamos de formação discursiva antiagricultura industrial. Assim, analisamos a recorrência de diferentes esquemas binários compartilhados pelos seis filmes documentários que compuseram o corpus do trabalho. A análise de discurso de linha francesa foi a abordagem teórico-metodológica que norteou a pesquisa. A hipótese foi confirmada e, após a identificação de tais esquemas, percebemos que se dividiram em dois grandes grupos: os que se relacionam com a oposição arquetípica entre vida e morte e os que integram a oposição entre os princípios de liberdade e escravidão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Muniz de Medeiros, Universidade Federal de Alagoas

Professora adjunta do curso de Jornalismo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Isaltina Maria Azevedo de Mello Gomes, Universidade Federal de Pernambuco

Professora titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Referências

BIENTÔT dans vos assiettes. Direção: Paul Moreira. Produção: Luc Hermann. Paris: Premières Lignes, 2004. (90 min).

CÁCERES, D. M. Tecnologías modernas: la perspectiva de los pequeños pro¬ductores (Argentina). Cuadernos de Desarrollo Rural, Bogotá, v. 6, n. 62, p. 121-143, 2009.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2012.

DESIERTO verde. Direção: Ulises de la Orden. Produção: Ulises de la Orden e Carlos Barrientos. [Buenos Aires]: Aura Films, 2003. (86 min).

FOOD, Inc. Direção: Robert Kenner. Produção: Robert Kenner e Elise Pearlstein. Nova York: Magnolia Pictures, 2008. (94 min).

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

GMO OMG. Direção: Jeremy Seifery. Produção: Elizabeth Kucinich. Nova York: Submarine Deluxe, 2013. (83 min).

GREGOLIN, M. R. Formação discursiva, redes de memória e trajetos sociais de sentido: mídia e produção de identidade. In: SEMINÁRIO DE ESTUDOS EM ANÁLISE DO DISCURSO, 2., 2005, Porto Alegre. Anais… Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2005.

MAINGUENEAU, D. Discours et analyse du discours. Paris: Armand Colin, 2014.

MEDEIROS, P. O meio ambiente na narrativa documental: uma análise das estratégias discursivas de documentários sobre a agricultura industrial. 2017. 213 f. Tese (Doutorado em Ciências da Comunicação) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2017.

MOREIRA, R. J. Críticas ambientalistas à revolução verde. Estudos, Sociedade e Agricultura, Rio de Janeiro, n. 15, p. 39-52, 2000.

O VENENO está na mesa 2. Direção: Silvio Tendler. Produção: Eduardo Tornaghi. [S.l.: s.n.], 2014. (110 min).

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Editora da Unicamp, 1995.

ROBINSON, H. Dualism. Stanford Encyclopedia of Philosophy, Stanford, 19 ago. 2003. Disponível em: <https://stanford.io/2PfB7mg>. Acesso em: 10 out. 2016.

SOLUTIONS locales pour un désordre global. Direção: Coline Serreau. Produção: Matthieu Warter e Guillaume Parent. Paris: Memento Films, 2010. (113 min).

Publicado
2018-12-26
Como Citar
Medeiros, P., & Gomes, I. (2018). O papel do dualismo no discurso ambiental. MATRIZes, 12(3), 277-296. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v12i3p277-296
Seção
Em Pauta/Agenda