Tradição e vanguarda na pesquisa em comunicação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v15i2p279-286

Palavras-chave:

Metodologia, Campo comunicacional, Epistemologia

Resumo

Resenha do livro Comunicação e Método: Cenário e Práticas de Pesquisa, lançado no final de 2020, no qual Marialva Barbosa aponta tendências metodológicas na pesquisa em comunicação a partir de 109 teses defendidas em 2017 em programas de pós-graduação nota 5 ou superior. A autora tipifica quatro modelos-síntese para essas tendências, defende uma escrita comunicacional ensaística, um trabalho intelectual de interpretação e transformação da realidade social e estabelece a distinção entre as técnicas analíticas e o desenho teórico-metodológico de uma pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leticia Cantarela Matheus, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Procientista, professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGCom-Uerj), lidera o Grupo de Pesquisa “Linguagem, Acontecimento e Poder” (Linap).

Maria Cristina Guimarães Rosa do Amaral, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGCom-Uerj) e mestre em Mídia e Cotidiano pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

Referências

Barbosa, M. (2002). Conceitos, armadilhas, olhares: Apontamentos metodológicos para a consolidação de um campo transdisciplinar. Ciberlegenda, (9). https://bit.ly/2R96PnG

Barbosa, M. (2005). O que a história pode legar aos estudos de jornalismo. Contracampo, (12), 51-62. https://doi.org/10.22409/contracampo.v0i12.558

Barbosa, M. (2007). Percursos do olhar: Comunicação, narrativa e memória. EdUFF.

Barbosa, M. (2015). Comunicação: A ciência do século XXI. MATRIZes, 9(1), 267-271. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v9i1p267-271

Braga, J. L. (2011). Constituição do campo da comunicação. Verso e Reverso, 25(58), 62-77. https://doi.org/10.4013/924

Martín-Barbero, J. (2003). Dos meios às mediações: Comunicação, cultura e hegemonia. Editora UFRJ.

Martín-Barbero, J. (2004). Ofício do cartógrafo: Travessias latino-americanas da comunicação na cultura. Loyola.

Martino, L. M. S. (2018). Métodos de pesquisa em comunicação: Projetos, ideias, práticas. Vozes.

Rüdiger, F. (2007). A comunicação no saber pós-moderno: Crítica, episteme e epistemologia. In J. Ferreira (Org.), Cenários, teorias e epistemologias da comunicação (pp. 25-40). E-papers.

Sodré, M. (2011). Antropológica do espelho. Vozes.

Sodré, M. (2014). A ciência do comum: Notas sobre o método comunicacional. Vozes.

Publicado

2021-08-31

Como Citar

Matheus, L. C., & Amaral, M. C. G. R. do. (2021). Tradição e vanguarda na pesquisa em comunicação. MATRIZes, 15(2), 279-286. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v15i2p279-286

Edição

Seção

Resenhas de livros