Complexidade narrativa na televisão americana contemporânea

Autores

  • Jason Mittell American Studies and Film & Media Culture no Middlebury College

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v5i2p29-52

Palavras-chave:

complexidade narrativa, storytelling, televisão, práticas participatórias

Resumo

Uma nova forma de entretenimento tem surgido nas últimas duas décadas conseguindo sucesso de público e crítica na televisão americana. Tal modelo se diferencia por usar a complexidade narrativa como uma alternativa às formas episódicas e seriadas. O objetivo deste artigo é remontar as características formais deste modelo de narração, o storytelling, explorar as particularidades de seu modo de fruição e de compreensão, além de apontar justificativas para sua emergência nos anos 1990. Para entender este fenômeno, precisamos utilizar a narratologia formal de modo a traçar sua estrutura e suas fronteiras, e ao mesmo tempo incorporar outros métodos para investigar como este modelo narrativo se cruza com os campos das indústrias criativas, das inovações tecnológicas, das práticas participatórias e da compreensão dos espectadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jason Mittell, American Studies and Film & Media Culture no Middlebury College

Professor associado do American Studies and Film & Media Culture no Middlebury College, Vermont, USA.

Downloads

Publicado

2012-06-13

Como Citar

Mittell, J. (2012). Complexidade narrativa na televisão americana contemporânea. MATRIZes, 5(2), 29-52. https://doi.org/10.11606/issn.1982-8160.v5i2p29-52

Edição

Seção

Dossiê