[1]
J. L. Prado, Perversão clean na cultura do consumo, Matrizes, vol. 13, nº 1, p. 49-70, abr. 2019.