[1]
I. Sacramento e R. Paiva, “Fake news, WhatsApp e a vacinação contra febre amarela no Brasil”, Matrizes, vol. 14, nº 1, p. 79-106, maio 2020.