Esther van gobseck e lúcia: percursos de duas cortesãs

  • Regina Cibelle de Oliveira Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Século XIX, Honoré de Balzac, José de Alencar, cortesã, literatura

Resumo

Este artigo se propõe a fazer uma comparação entre dois romances oitocentistas: Splendeurs et misères des courtisanes, do escritor francês Honoré de Balzac, e Lucíola, do brasileiro José de Alencar. Do ponto de vista do assunto, os dois se aproximam por narrarem histórias sobre o amor de cortesãs, que se apaixonam e, depois de muito sofrer por amor, têm a morte como destino. No entanto, se observarmos as ações dos narradores, das personagens e mesmo das cortesãs, percebemos que se manifestam de forma diferente nos dois romances. Examinaremos assim como a profissão de cortesã é tratada nas duas obras, a partir dos discursos dos narradores, das cortesãs e das personagens no que diz respeito a essa profissão, e abordaremos alguns motivos dessas distinções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Cibelle de Oliveira, Universidade de São Paulo

Departamento de Letras Modernas, área de Estudos Linguísticos, Literários e Tradutológicos em Francês.

Referências

ADORNO, T. W. Notes sur la littérature. Tradução de Sibylle Muller. Paris : Flammarion, 1984, p. 83-100.

BALZAC, H. Splendeurs et misères de courtisanes. Préface et notes de Pierre Barbéris. Paris : Gallimard, 1973.

_____. “Esplendores e misérias das cortesãs”. In. A Comédia humana 9. Introdução e notas de Paulo Ronái. Tradução de Casimiro Fernandes. São Paulo : Editora Globo, 2015.

_____. Illusions perdues. Paris : Gallimard, 2014.

_____. Le Père Goriot. Paris : Éditions Garnier Frères, s/d.

_____.L’avant-propos de la Comédie Humaine. Disponível em : <http://beq.ebooksgratuits.com/balzac/Balzac_00_Lavant_propos_de_la_Comedie_humaine.pdf> Acesso em: 03 jul. 14.

BENJAMIN, W. Obras escolhidas: Magia e técnica, arte e política. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994, p. 197-221.

CORBIN, A. Les filles de noce: misère sexuelle et prostitution au XIXe siècle. Paris: Flammarion, 2010.

DE MARCO, V. O império da cortesã: Lucíola, um perfil de Alencar. São Paulo: Martins Fontes, 1986.

DUMAS FILS, A. La Dame aux Camélias. Paris: Pocket, 1998.

PATEMAN, C. O contrato sexual. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1993, p. 279-321.

PINTO, M. C. Q. de M. Alencar e a França: perfis. São Paulo: Annablume, 1999, p. 91-144.

Publicado
2018-08-29
Como Citar
Oliveira, R. (2018). Esther van gobseck e lúcia: percursos de duas cortesãs. Non Plus, 7(Especial), 100-112. https://doi.org/10.11606/issn.2316-3976.v7iEspecialp100-112