A cidade e o campo no nuevo cine argentino: Mundo grua (1999) e a obra de Pablo Trapero

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2016.118879

Palavras-chave:

Nuevo cine argentino, Pablo Trapero, A cidade e o campo

Resumo

Este artigo questiona as presenças da cidade e do campo no nuevo cine argentino e, em particular, no filme Mundo grua, de Pablo Trapero. Acompanhando uma das tendências do período, nas obras do diretor nota-se uma reformulação de tais espaços, gradualmente associada a uma ênfase aos interstícios da sociedade. Após debater as noções de cidade e campo nas ciências humanas e no nuevo cine, sua configuração em Mundo grua será analisada em sintonia com a noção de paisagem, que abrange as relações estabelecidas entre personagens e espaços, bem como a coexistência de referenciais narrativos em práticas de fronteira. No filme em questão, nota-se um cotejo particular entre a tendência documentarizante, os fragmentos do road movie e uma construção criativa de não lugares, que aqui colaboram para a união da cidade e do campo como espaços de exploração do operário, com algum vislumbre utópico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Raddi Uchôa, Universidade Tuiuti do Paraná

Pós-doutor em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Professor adjunto do Programa de Pós-Graduação Comunicação e Linguagem da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP/PR).

Débora Regina Taño, Universidade Federal de São Carlos

Bacharel em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e mestranda pela mesma universidade. Tem como foco de pesquisa o cinema argentino contemporâneo e o som no audiovisual, área na qual também atua na prática.

Referências

Referências

AGUILAR, G. Otros mundos: un ensayo sobre el nuevo cine argentino. Buenos Aires: Santiago Arcos, 2006.

ANDERMANN, J. Nuevo Cine Argentino. Buenos Aires: Paidós, 2015.

AUGÉ, M. Não lugares: introdução a uma antropologia da hipermodernidade. São Paulo: Papirus, 1994.

BECEYRO, R. et al. Estética del cine, nuevos realismos, representación (Debate sobre el nuevo cine argentino). Punto de vista, San Luís Potosí, n. 67, p.1-9, ago. 2000.

BERNARDET, J.-C. A cidade e o campo: notas iniciais sobre a relação entre a cidade e o campo no cinema brasileiro. In: ANDRADE, R. et al. Cinema brasileiro: 8 estudos. Rio de Janeiro: MEC; Embrafilme; Funarte, 1980.

BOLIVIA. Direção e produção: Adrián Caetano. Intérpretes: Freddy Flores, Rosa Sánchez, Oscar Bertea e Enrique Liporace. Roteiro: Adrián Caetano e Romina Lanfranchini. Buenos Aires: Fundación PROA, 2001. (75 min), black and white., color., 35 mm.

BORGONDI, L.; GUZMÁN, V. Márgenes y periferia en la representación de lo social en el Nuevo Cine Argentino. In: LUSNICH, A. L.; PIEDRAS, P. (Orgs.). Una historia del cine político y social en Argentina (1969-2009). Buenos Aires: Nueva Livrería, 2011. p. 575-607.

CARANCHO. Direção: Pablo Trapero. Produção: Pablo Trapero. Intérpretes: Ricardo Darín, Martina Gusman, Carlos Weber e José Luis Arias. Roteiro: Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre e Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2010. (107 min), son., color., 35 mm.

CARLOS, A. F. A. O espaço urbano. São Paulo: Contexto, 2004.

CASTELLS, E. End of Millennium. Oxford: Blackwel, 1998.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano: artes do fazer. Petrópolis: Vozes, 1998.

COMOLLI, J.-L. A cidade filmada. In: CADERNOS DE ANTROPOLOGIA e Imagem, vol. 4: a cidade em imagens. Rio de Janeiro: UERJ, 1997.

DEREN, M. Cinema: o uso criativo da realidade. Devires, Belo Horizonte, v. 9, n. 1, p. 128-149, jan./jun. 2012.

EL BONAERENSE. Direção: Pablo Trapero. Produção: Martina Gusman e Pablo Trapero. Intérpretes: Jorge Román, Mimí Ardú, Darío Levy e Hugo Anganuzzi. Roteiro: Nicolas Gueilburt, Ricardo Ragendorfer, Dodi Shoeuer, Pablo Trapero e Daniel Valenzuela. Buenos Aires: Pablo Trapero Producciones, 2002. (105 min), son., color., 35 mm.

EL CAMINO DE San Diego. Direção e roteiro: Carlos Sorín. Produção: Óscar Kramer e Hugo Sigman. Intérpretes: Ignácio Benítez, Carlos Wagner La Bella, Paola Rotela e Silvina Fontelles. Roteiro: Carlos Sorín. Buenos Aires: Guacamole Films, 2006. (98 min), son., color., 35 mm.

EL CLAN. Direção: Pablo Trapero. Produção: Agustín Almodóvar, Pedro Almodóvar, Esther Garcia, Matías Mosteirín, Hugo Sigman e Pablo Trapero. Intérpretes: Guillermo Francella, Peter Lanzani, Lili Popovich e Gastón Cocchiarale. Roteiro: Julian Loyola, Esteban Student e Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2015. (108 min), son., color., digital.

ELEFANTE BLANCO. Direção: Pablo Trapero. Produção: Juan Pablo Galli, Juan Gordon, Juan Vera, Alejandro Cacetta e Pablo Trapero. Intérpretes: Ricardo Darín, Jéremie Renier e Martina Gusman. Roteiro: Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre e Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2012. (105 min), son., color.

FAMILIA RODANTE. Direção: Pablo Trapero. Produção: Robert Bevan, Donald Ranvaud e Pablo Trapero. Intérpretes: Graciana Chironi, Nicolás López, Liliana Capurro e Ruth Dobel. Roteiro: Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2004. (103 min), son., color., 35 mm.

FRANÇA, A. Paisagens fronteiriças no cinema contemporâneo. Alceu, Rio de Janeiro, v. 2, n. 4, p. 61-75, jan./jun. 2002. Disponível em: <http://bit.ly/2jaQnxc>. Acesso em: 7 jul. 2015.

HISTORIAS MÍNIMAS. Direção: Carlos Sorín. Produção: Martin Bardi. Intérpretes: Javier Lombardo, Antonio Benedicti, Javiera Bravo e Julia Solomonoff. Roteiro: Pablo Solarz. Buenos Aires: Guacamole Films, 2002. (92 min), son., color., 35 mm.

LA CIÉNAGA. Direção e roteiro: Lucrecia Martel. Produção: Lila Stantic. Intérpretes: Mercedes Morán, Graciela Borges, Martín Adjemián e Leonora Balcarce. Buenos Aires: 4k Films, 2001. (103 min), son., color., 35 mm.

LEFEBVRE, H. A revolução urbana. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

______. De lo rural a lo urbano. Barcelona: Edicións 62, 1978.

LEONERA. Direção: Pablo Trapero. Produção: Youngjoo Suh e Pablo Trapero. Intérpretes: Martina Gusman, Elli Medeiros e Rodrigo Santoro. Roteiro: Alejandro Fadel, Martín Mauregui, Santiago Mitre e Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2008. (113 min), son., color., 35 mm.

LOPES, D. Paisagens transculturais. In: LOPES, D.; FRANÇA, A. (Orgs.). Cinema, globalização e interculturalidade. Chapecó: Unichapecó, 2010. p. 91-108.

MUNDO GRÚA. Direção: Pablo Trapero. Produção: Lita Stantic e Pablo Trapero. Intérpretes: Luis Margani, Adriana Aizemberg, Daniel Valenzuela, Roly Serrano e Federico Esquerro. Roteiro: Pablo Trapero. Buenos Aires: Cinematografica Producciones, 1999. (90 min), son., black and white., 35 mm.

NACIDO Y CRIADO. Direção: Pablo Trapero. Produção: Douglas Cummins e Pablo Trapero. Intérpretes: Fernanda de Almeida, Federico Esquerro, Martina Gusman e Tomás Lipan. Roteiro: Mario Rulloni e Pablo Trapero. Buenos Aires: Matanza Cine, 2006. (100 min), son., color.

ODIN, R. Filme documentário, leitura documentarizante. Significação, São Paulo, ano 39, n. 37, p. 10-30, 2012.

OUBIÑA, D. Between breakup and tradition: recent Argentinean cinema. Senses of Cinema, Melbourne, n. 31, abr. 2004. Disponível em: <http://bit.ly/2ibGKA9> Acesso em: 1 jul. 2016.

PAGE, J. Crisis and capitalism in contemporary argentine cinema. Durham; London: Duke University Press, 2009.

PIZZA, BIRRA, FASO. Direção: Adrián Caetano e Bruno Stagnaro. Produção: Bruno Stagnaro. Intérpretes: Héctor Anglada, Jorge Sesán, Pamela Jordán e Adrián Yospe. Roteiro: Adrián Caetano e Bruno Stagnaro. Buenos Aires: Palo y a La Bolsa Cine, 1998. (76 min), son., black and white., digital.

SARLO, B. Tiempo presente. Buenos Aires: Siglo XXI, 2001.

VERARDI, M. Representaciones familiares en el Nuevo Cine Argentino. In: JORNADAS DE JÓVENES INVESTIGADORES, 4., 2007, Buenos Aires. Anais… Buenos Aires: Instituto de Investigaciones Gino Germani, 2007.

WILLIAMS, R. Marxismo e literatura. Rio de Janeiro: Zahar, 1979.

______. O campo e a cidade: na história e na literatura. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

Downloads

Publicado

2016-12-08

Como Citar

Uchôa, F. R., & Taño, D. R. (2016). A cidade e o campo no nuevo cine argentino: Mundo grua (1999) e a obra de Pablo Trapero. Novos Olhares, 5(2), 25-39. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2016.118879

Edição

Seção

ARTIGOS