Visual hybridizations in two audiovisual productions

  • César Biégas Faquin Universidade Tuiuti do Paraná
  • Denize Araujo Universidade Tuiuti
Palavras-chave: Audiovisual, Hibridização, Intertextualidade, Dogville, Loving Vincent

Resumo

Este estudo pretende analisar e discutir dois filmes que apresentam estéticas híbridas: Dogville (2003), de Lars von Trier, e Loving Vincent, de Wechmann e Kobiela (2017). Dogville evoca a linguagem do teatro em sua construção e desenvolve uma relação intertextual com o teatro épico de Brecht, enquanto Loving Vincent é um filme-tributo a Vincent van Gogh, essencialmente intertextual por ser baseado nas cartas que van Gogh escreveu, assim como em suas obras de arte. As referências teóricas em relação aos processos de dialogismo, polifonia, hibridização, intermidialidade e intertextualidade são de Araujo, Bazin, Bakhtin, Brecht, Kristeva, Metz, Muller, Nagib e Rajewski.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Biégas Faquin, Universidade Tuiuti do Paraná

Mestre em Comunicação e Linguagens pela Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, Brasil), com Graduação em Comunicação e Multimídia pela Universidade de Maringá (Paraná, Brasil), onde desenvolveu pesquisa em mídias híbridas e observatórios da mídia. Em seu Mestrado, em Estudos de Cinema e Audiovisual, pesquisou temas de intermidialidade e intertextualidade em produções audiovisuais.

Denize Araujo, Universidade Tuiuti
Pós Doutorado (em desenvolvimento) UALg-Universidade de Algarve - Portugal, Doutorado (PhD) em Comparative Literature, Cinema & Arts UCR - University of California, Riverside (1998), Mestrado (Master of Arts) em Film Studies - ASU Arizona State University (1990) Estados Unidos, Especialização em Literaturas de Lingua Inglesa - UFPR Universidade Federal do Paraná (1986), Graduação em Português e Inglês e respectivas literaturas pela - UFPR Universidade Federal do Paraná (1984), Graduação em Música- Piano- pela EMBAP Escola de Música e Belas Artes do Paraná (1964). Coordenadora da Pós em Cinema desde 1997 e Docente do PPGCom-UTP, tendo sido coordenadora do mesmo de 2013 a 2010. Diretora do Clipagem - Centro de Cultura Contemporânea, desde 2011. Membro do Conselho Internacional do PC-Comitê de Publicação e do SRC - Comitê de Revisão de Normas da IAMCR -International Association of Media and Communication Research.

Referências

ARAUJO, D. Imagens Revisitadas: Ensaios Sobre a Estética da Hipervenção. Porto Alegre: Sulina, 2007.

BAZIN, A. O Cinema: Ensaios. São Paulo: Brasiliense, 1991.

BAKHTIN, M. M. Problemas da Poética de Dostoiévski. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008, 4ª ed.

BRECHT, B. Dialektika në teatër. Pristina, 1973.

DOGVILLE. Direção: Lars von Trier. Dinamarca et al.: Canal+; France 3; Film i Väst, 2003, 177 min, color., son.

ESSLIN, M. The Theatre of the Absurd. Londres: Methuen, 2004.

KRISTEVA, J. Introdução à Semanálise. São Paulo: Perspectiva, 2012, 3ª ed.

LOVING Vincent. Direção: Dorota Kobiela; Hugh Welchman. Reino Unido/Polônia: BreakThru Productions; Trademark Films, 2017, 135 min, color., son.

METZ, C. A significação no cinema. São Paulo: Perspectiva, 2014.

MÜLLER, J. E. Intermidialidade revisitada: algumas reflexões sobre os princípios básicos desse conceito. In: DINIZ, T. F. N.; VIEIRA, A. S. (Org). Intermidialidade e estudos interartes: desafios da arte contemporânea. Belo Horizonte: Rona Editora, 2012, pp. 75-95.

NAGIB, L. The Politics of Impurity. In: NAGIB, L.; JERSELEV, A. (Orgs). Impure Cinema: Intermedial and Intercultural Approaches to Film. Nova York: I. B. Tauris, 2014, pp. 21-39.

RAJEWSKY, I. O. Intermediality, Intertextuality, and Remediation: A Literary Perspective on Intermediality. Intermédialités, Montreal, n. 6., pp. 43-64, 2005. DOI: https://doi.org/10.7202/1005505ar

ROSENFELD, A. O teatro épico. São Paulo: Perspectiva, 1985.

VINTERBERG, T; VON TRIER, L. The Dogma 95 Manifesto and Vow of Chastity. P.O.V., n. 10, dez/2000. Disponível em: http://pov.imv.au.dk/Issue_10/section_1/artc1A.html#i1. Acessado em: 03/abr/2018.

Publicado
2020-07-10
Como Citar
Faquin, C., & Araujo, D. (2020). Visual hybridizations in two audiovisual productions. Novos Olhares, 9(1), 142-154. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2020.171999
Seção
DOSSIÊ