Estruturas de vídeo sob demanda

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2022.189458

Palavras-chave:

Estruturas, Vídeo sob demanda, Giddens

Resumo

Procura-se, neste trabalho, discutir as videolocadoras, os repositórios virtuais e os serviços de streaming como estruturas de vídeo sob demanda à luz da teoria da estruturação, proposta por Anthony Giddens. Os parâmetros fundamentais da análise permitiram demonstrar como esses mecanismos surgiram e como são mantidos. Além disso, recuperaram-se seus vínculos midiáticos, seja com o cinema, a televisão ou as tecnologias da informação. Concluiu-se que o ideário da flexibilização defendida por um novo meio, o conteúdo inicial (televisivo e cinematográfico), a apropriação indevida, a perda do controle de matrizes e a produção própria são similaridades em seus processos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luís Enrique Cazani Júnior, Universidade Estadual Paulista

Doutor e mestre em Comunicação pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista. Foi bolsista de mestrado e doutorado da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Referências

“Amazon unbox on TiVo” now available, offering over 1.5 million broadband-ready TiVo subscribers access to thousands of movies and tv shows. (2007). Amazon. https://bit.ly/3KVMsRo

Ancine. (2015). Informe janelas de exibição. Ancine. https://bit.ly/3uXKR80

Ancine. (2018). Serviços de vídeo sob demanda disponíveis no Brasil. Ancine. https://bit.ly/3L4j2Rk

Bolter, J. D., & Grusin, R. (2000). Remediation: Understanding new media. MIT Press.

Braga, J. L. (2006). A sociedade enfrenta sua mídia. Paulus.

Cazani, L. E., Jr. (2021). Suspensão, suspense e Netflix [Tese de doutorado, Universidade Estadual Paulista]. Repositório institucional Unesp. http://hdl.handle.net/11449/213887

Curtin, M., Holt, J., & Sanso, K. (2014). Distribution revolution: Conversations about the digital future of film and television. University of Califonia Press.

Epstein, E. J. (2008). O grande filme: Dinheiro e poder em Hollywood. Summus.

Giddens, A. (2009). A constituição da sociedade. Martins Fontes.

Glinis, S. M. (2015). VCRs: The end of TV as ephemera [Master’s thesis, University of Wisconsin Milwaukee]. UWM Institutional repository. https://bit.ly/3xEyDD6

Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. (1998). Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Presidência da República. https://bit.ly/3jXsk5r

Lei nº 10.695, de 1º de julho de 2003. (2003). Altera e acresce parágrafo ao art. 184 e dá nova redação ao art. 186 do Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, alterado pelas Leis nº 6.895, de 17 de dezembro de 1980, e 8.635, de 16 de março de 1993, revoga o art. 185 do Decreto-Lei nº 2.848, de 1940, e acrescenta dispositivos ao Decreto-Lei nº 3.689, de 3 de outubro de 1941 – Código de Processo Penal. Presidência da República. https://bit.ly/3Mk9cuM

Luca, L. G. A. (2004). Cinema digital, um novo cinema? Imprensa Oficial.

Luca, L. G. A. (2010). O mercado de salas de cinema (theatrical). In I. Britz, R. S. Braga & L. G. Luca, Film Business: o negócio do cinema (A, Dias & L. Souza, Orgs., pp. 129-180). Elsevier.

Martín-Barbero, J. (2002). Dos meios às mediações: Comunicação, cultura e hegemonia. Editora UFRJ.

Negroponte, N. (1995). A vida digital. Companhia das Letras.

Netflix. (2021). Termos de uso. https://help.netflix.com/legal/termsofuse

Oliveira, A. (Diretor). (2017). CineMagia: A história das videolocadoras de São Paulo [Documentário]. Prime Video.

Postman, N. (1994). Tecnopólio: A rendição da cultura à tecnologia. Nobel.

Schatz, T. (1991). O gênio do sistema: A era dos estúdios em Hollywood. Companhia das Letras.

Tyron, C. (2013). On-demand culture: Digital delivery and the future of movies. Rutgers University Press.

Wasser, F. (2001). Veni, Vidi, Video: The Hollywood empire and the VCR. University of Texas Press.

Wolff, M. (2015). Televisão é a nova televisão. Globo.

Downloads

Publicado

2022-06-29

Como Citar

Cazani Júnior, L. E. (2022). Estruturas de vídeo sob demanda. Novos Olhares, 11(1), 91-103. https://doi.org/10.11606/issn.2238-7714.no.2022.189458

Edição

Seção

ARTIGOS

Dados de financiamento