[1]
A. Barbosa e L. A. Mousinho, “Intertexto, entrelaço e interdiscursividade: Shakespeare nos trabalhos de Jorge Furtado”, Novos Olhares, vol. 9, nº 1, p. 185-194, jul. 2020.