No surgimento de "Sagarana"

  • Daniel Reizinger Bonomo Universidade de São Paulo
Palavras-chave: João Guimarães Rosa, Sagarana, Álvaro Lins, polêmicas literárias

Resumo

O artigo recupera o contexto da publicação do Sagarana (1946), de João Guimarães Rosa, privilegiando determinados aspectos que sobressaem na leitura dos documentos críticos publicados na imprensa do período. Parte-se da coleção de recortes organizada pelo próprio escritor, pertencente ao Fundo João Guimarães Rosa do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da Universidade de São Paulo, com o intuito de observar sua inserção no cânone local. Entre os problemas destacados – de gênero literário, estilísticos, originalidade e repetição −, atenta-se para a polêmica despertada por artigo inaugurador de Álvaro Lins, acusado de promover a exaltação do livro estreante e seu autor, funcionário do Itamaraty, a fim de ser recompensado com cargo público. Procuramos, assim, investigar que espécies de determinações estão em jogo na construção do valor de um nome literário, ainda que a excelência do título de Guimarães Rosa superasse as provocações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Reizinger Bonomo, Universidade de São Paulo
Doutorando do Programa de pós-graduação em Língua e Literatura Alemã do Departamento de Letras Modernas (DLM) da Universidade de São Paulo (USP).
Publicado
2016-04-26
Como Citar
Bonomo, D. (2016). No surgimento de "Sagarana". Opiniães, 2(3), 33-46. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2011.114767