Graciliano Ramos lê Guimarães Rosa

  • Bruna Letícia Pinheiro Carmelin Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", São José do Rio Preto
  • Ulisses Infante Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", São José do Rio Preto
Palavras-chave: Graciliano Ramos, Guimarães Rosa, Sagarana, Crítica literária

Resumo

Este trabalho estuda os textos críticos de Graciliano Ramos sobre a versão original de Sagarana, de Guimarães Rosa, que concorreu ao prêmio do concurso “Humberto de Campos”, em 1938, e objetiva mapear e descrever os principais apontamentos da leitura realizada pelo crítico antes e depois da publicação de Sagarana, em 1946. Ao destacar a vivacidade do diálogo, a exatidão da descrição, a segurança da narrativa e a exemplaridade na construção de figuras humanas e na representação do mundo animal, a leitura de Graciliano dialoga com os trabalhos posteriores de crítica de Candido (2002), Milliet (1981) e Lins (1963) sobre o livro de Guimarães Rosa, principalmente, por já indicar aspectos de análise que seriam desenvolvidos de modo recorrente pela crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Letícia Pinheiro Carmelin, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", São José do Rio Preto

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras da UNESP/São José do Rio Preto, Bolsista CNPq.

Ulisses Infante, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho", São José do Rio Preto
Professor Assistente Doutor do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários da UNESP/São José do Rio Preto.

Referências

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política: Obras escolhidas, 1. Tradução de Sérgio Paulo Rouannet. São Paulo: Brasiliense, 1986.

BUENO, L. Antonio Candido leitor de Graciliano Ramos. Revista Letras, Curitiba, n. 74. p. 71-85, jan./abr. 2008.

CANDIDO, A. Notas de crítica literária – Sagarana. In: ______. Textos de intervenção. São Paulo: Editora 34, 2002. p. 183-189.

GALVÃO, W. N. Matraga: sua marca. In: ______. Mínima mímica: ensaios sobre Guimarães Rosa. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

LINS, A. Sagas de Minas Gerais. In:______. Ensaios e estudos (1940-1960). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1963. p. 258-263.

MILLIET, S. Maio, 10. In: Diário crítico de Sério Milliet. 2. ed. São Paulo: Ed. da Universidade de São Paulo, 1981. p. 73-76.

RAMOS, G. Um livro inédito II. In:______. Garranchos textos inéditos de Graciliano Ramos. Rio de Janeiro: Record, 2012. p. 179-182.

______. Um livro inédito. In: ______. Linhas tortas. São Paulo: Record, 1980a. p. 152-153.

______. Conversa de bastidores. In: ______. Linhas tortas. São Paulo: Record, 1980b. p. 246-249.

RAMOS, R. Retrato fragmentado. São Paulo: Globo, 2011.

ROSA, J. G. Estas estórias. 5. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

______. Sagarana. 23. ed. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1980.

______. Sagarana. 38. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

Publicado
2017-12-29
Como Citar
Carmelin, B., & Infante, U. (2017). Graciliano Ramos lê Guimarães Rosa. Opiniães, (11), 53-66. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2017.137793