Roberto Arlt, Lima Barreto e a modernidade periférica

  • Vinícius da Cunha Bisterço Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Palavras-chave: Lima Barreto, Roberto Arlt, Cidade moderna, Buenos Aires, Rio de Janeiro, Modernização, Modernidade periférica

Resumo

Esse artigo elabora uma interpretação comparada de dois autores, Roberto Arlt e Lima Barreto. A comparação será estabelecida a partir da maneira com que os dois autores enxergam a experiência da cidade moderna, e as estratégias literárias empregadas pelos autores em seus textos para dar forma a um ponto de vista particular sobre o processo histórico no qual se inseriam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinícius da Cunha Bisterço, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Mestrando em Literatura Brasileira na Universidade de São Paulo

Referências

ARLT, Roberto. Aguafuertes Porteñas. Buenos Aires: Editorial Losada, 2008.

BENJAMIN, Walter. “Sobre alguns motivos na obra de Baudelaire”. In: _______. Baudelaire e a modernidade (Trad.: João Barrento), Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2017, p.103-150.

CANDIDO, Antonio. “A vida ao rés do chão”. In: ________. Para gostar de ler: Crônicas. Vol. 5. São Paulo: Ática, 2001, p. 89-90.

GELADO, Viviana. “A poética expressionista na narrativa de Roberto Arlt”. In: Revista Fragmentos, Florianópolis, nº 32, p. 101-115, janeiro/junho 2007.

KULIKOWSKI, Maria Zulma. “Roberto Arlt: a experiência radical da escritura”. In: Revista USP. São Paulo, n.47, p. 105-128, setembro/novembro 2000.

LENZ, Maria Heloísa. “A Buenos Aires do final do século XIX: A metrópole da Belle Époque argentina”. In: Fênix – Revista de História e Estudos Culturais. Uberlândia, Vol. 9, Ano IX, nº1, 2012.

RESENDE, Beatriz (org.). Lima Barreto, cronista do Rio. Belo Horizonte: Autêntica Editora; Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional, 2017.

SALIBA, Elias Thomé. Envolvidos na vida, nós a vemos mal? A sátira humorística nas crônicas de Lima Barreto (1907-1922). In: ________. Crocodilos, satíricos e humoristas involuntários. Ensaios de história cultural do humor. São Paulo: Editora Intermeios, 2018, p. 67-80.

SARLO, Beatriz. Modernidade periférica: Buenos Aires 1920 e 1930 (Trad. Júlio Pimentel). São Paulo: Cosac Naify, 2010.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão. Tensões sociais e criação cultural na Primeira República. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.
Publicado
2018-12-21
Como Citar
Bisterço, V. (2018). Roberto Arlt, Lima Barreto e a modernidade periférica. Opiniães, (13), 102-118. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2018.149263