Os romances cíclicos e passionais de Lúcio Cardoso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2020.176156

Palavras-chave:

Lúcio Cardoso, Vida, Escrita, Romance, Experiência

Resumo

Com base nos Diários, nos rascunhos do escritor e em entrevistas, este artigo reflete sobre a conexão entre vida e escrita no processo de criação dos romances Crônica da casa assassinada e O viajante, de Lúcio Cardoso. Observando, ainda, a construção das personagens, a relação arrastada e dinâmica com o tempo, a incessante sensação de inacabamento das obras, a trajetória artística em que se pode reconhecer que cada romance é processo, fruto e semente de um ávido escritor.    

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz dos Santos Damasceno, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC)

Doutora em Estudos Literários e professora do Departamento de Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Referências

ARQUIVO LÚCIO CARDOSO – Exercícios de foniatria. Inventário I. Rangel, Rosângela Florido, org. II. Leitão, Eliane Vasconcellos, org. III. Título. IV. Série.

BÍBLIA SAGRADA. 11. ed. Rio de Janeiro: Editora Vozes, 1982.

CARDOSO, Lúcio. A sedutora. A Noite, Rio de Janeiro, n. 14.132, p. 11, 28 jun. 1952. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/348970_05/13230. Acesso em: 30 set. 2020.

CARDOSO, Lúcio. Crônica da casa assassinada. Rio de Janeiro: Editora Letras e Artes, 1963.

CARDOSO, Lúcio. Diários. Organização, apresentação, cronologia, estabelecimento de texto e notas por Ésio Macedo Ribeiro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012.

CARDOSO, Lúcio. Lúcio Cardoso considera-se um grande pecador, porém confia na indulgência divina. Boletim Bibliográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 7, n. 4, mai. 1959. Entrevista concedida a Walmir Ayala.

CARDOSO, Lúcio. Lúcio Cardoso em 21 respostas. Revista da Semana, Rio de Janeiro, n. 38, 21 set. 1957. Entrevista concedida a Edson Guedes de Morais.

CARDOSO, Lúcio. O viajante: romance (obra póstuma). Nota de Adauto Lúcio Cardoso. Introdução de Octavio de Faria. Rio de Janeiro: José Olympio, 1973.

CARDOSO. Lúcio. Diário completo. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1970.

CARELLI, Mário. Corcel de fogo – vida e obra de Lúcio Cardoso (1912-1968). Rio de Janeiro: Editora Guanabara, 1988.

DAMASCENO, Beatriz. Lúcio Cardoso em corpo e escrita. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2012.

LAMEGO, Valéria Fernandes. O conto e a vida literária de Lúcio Cardoso (1930-1950). Rio de Janeiro, 2013. 186 f. Tese (doutorado em Literatura, Cultura e Contemporaneidade), Departamento de Letras, PUC-Rio.

Downloads

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Damasceno, B. dos S. (2020). Os romances cíclicos e passionais de Lúcio Cardoso. Opiniães, (17), 262-280. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2020.176156