"Não é impunemente que se entra para a família Meneses"

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2020.180200

Palavras-chave:

Depoimentos, Crônica da casa assassinada, Lúcio Cardoso, Fotografias

Resumo

Depoimentos de leitores da Crônica da casa assassinada: Milton Hatoum, André Seffrin, Amara Moira, Júlio Castañon Guimarães, Xikito Affonso Ferreira, Newton Vieira, George Moura, Luiz Carlos Lacerda, Ney Costa Santos, Dib Carneiro Neto, Denilson Lopes, Júlio Machado, Marcos Antonio de Moraes, Leandro Garcia Rodrigues, Simone Rossinetti Rufinoni, Nádia Degrazia, Thaís Gomes, Alexandre Siqueira, Andrea Vilela, Margaret Jull Costa, Robin Patterson e Harrie Lemmens. Os depoimentos são alinhavados com fotografias, pinturas e desenhos de Lúcio Cardoso, um trabalho de artes plásticas de Adriana Varejão e trechos selecionados da Crônica da casa assassinada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Marinho da Silva, Universidade de São Paulo

Graduado em Jornalismo, pela Faculdade Sul-americana, e em Letras-Português(Bacharelado e Licenciatura), pela Universidade de São Paulo. Defendeu o mestrado no Programa de Pós-Gradução em Literatura Brasileira na FFLCH-USP com a dissertação "Trama íntima e figuração derradeira: o arranjador e a orquestração das vozes narrativas na Crônica da casa assassinada, de Lúcio Cardoso". Atualmente é aluno de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira, estudando o a introspecção nos romances de Lúcio Cardoso. É editor na Opiniães - Revista dos Alunos de Litertura Brasileira da USP.

Academia.Edu: https://usp-br.academia.edu/marinhoems

Ana Maria Amorim Correia, Universidade Federal Fluminense - UFF

Graduada em Comunicação Social – Jornalismo (UFV), especialista em Mídia, Informação e Cultura (USP), mestre em Cultura e Sociedade (UFBA) e doutoranda em Literatura Comparada (UFF). 

Frederico van Erven Cabala, Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutorando em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Possui mestrado em Literatura Brasileira e Teoria Literária pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e especialização em Literatura Brasileira pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Desenvolve pesquisas sobre a literatura e o teatro no Brasil de meados do século XX, sobretudo as produções artísticas de Lúcio Cardoso, Oswald de Andrade e Nelson Rodrigues e suas relações com a sociedade.

Érica Ignácio da Costa, Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ

Doutoranda em Ciência da Literatura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com Bolsa Capes. Mestra em Estudos Literários pela UFPR, com Master 2 em Études Lusophones na Université Lumière Lyon-2. Bacharela em Letras Português/Inglês também pela UFPR, e Bacharela em Cinema pela FAP/Unespar. Professora, revisora, produtora e tradutora autônoma.

Livia Azevedo Lima

Livia Azevedo Lima é doutoranda em Meios e Processos Audiovisuais pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), onde desenvolve o projeto Trilogia da Paixão: Saraceni leitor de Lúcio Cardoso, financiada com bolsa de doutorado direto da Fapesp (processo n. 2018/14804-8).  

Downloads

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Silva, E. M. da, Correia, A. M. A., Cabala, F. van E. ., Costa, Érica I. da, & Lima, L. A. (2020). "Não é impunemente que se entra para a família Meneses". Opiniães, (17), 462-534. https://doi.org/10.11606/issn.2525-8133.opiniaes.2020.180200