[1]
L. G. Rodrigues, “As ficções epistolares de uma Crônica”, Opiniães, nº 17, p. 245-261, dez. 2020.