Storytelling, interação e memória: estudo sobre as narrativas transmidiáticas como mediadoras cognitivas da relação entre seus fãs

  • Ramon Queiroz Marlet Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
  • Leandro Leonardo Batista Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Palavras-chave: Memória. Cognição. Storytelling transmídia. Mediação. Fã.

Resumo

O presente artigo visa estudar a complexa relação entre storytelling e memória cognitiva em tempos de cultura da convergência midiática. Sendo assim, apresentaremos alguns focos teóricos para facilitar o entendimento da relação entre fãs de um objeto ficcional e seus pares, mediada pelas novas plataformas de comunicação que utilizam o formato narrativo de storytelling e que podem afetar como estas informações são armazenadas e disponibilizadas cognitivamente. Por fim, ilustraremos esse processo por meio das análises de um fórum de discussão e uma comunidade de fanfiction, ambos on-line.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ramon Queiroz Marlet, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Mestrando em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Especialista em Gestão de Comunicação e Marketing pela ECA-USP. Graduado em Comunicação Social, com habilitação em Publicidade e Propaganda, pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP).
Leandro Leonardo Batista, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Doutor em Comunicação Social pela University of North Carolina (EUA). Mestre em Propaganda pela University of North Carolina. Professor titular de graduação e pós-graduação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).
Publicado
2014-06-29