Atravessamentos discursivos entre ONGs, empresas, grupos sociais e ativistas, na perspectiva da teoria ator-rede

Autores

  • Vanessa Cardozo Brandão Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Comunicação Social

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2017.139360

Palavras-chave:

Teoria Ator-Rede • Sociologia das Associações • Rede Interorganizacional • Atravessamentos Discursivos • Igualdade de Gênero.

Resumo

Perpassando a atuação da ONU Mulheres Brasil, observa-se a criação de associações entre organizações vistas como atores interagindo em fluxos intermídias estabelecidos com base na temática da igualdade de gênero, tomada como mediadora das ações comunicacionais em rede sociotécnica. Com a contribuição da teoria ator-rede (Bruno Latour), a cartografia das associações pode revelar como processos de midiatização na web criam interações que contribuem para o estudo de fenômenos de comunicação organizacional, cujas relações podem passar a ser lidas em fluxo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Cardozo Brandão, Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Comunicação Social

Doutora em Estudos da Literatura pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Mestre em Literaturas de Língua Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professora Adjunta do Departamento de Comunicação Social da UFMG. Integrante do Núcleo de Pesquisa em Conexões Intermidiáticas (NucCon/CCNM) – CNPq/UFMG.

Downloads

Publicado

2017-09-13