Representação política discursiva e movimento social dos surdos: coletivização de questões como fonte de autoridade

Autores

  • Regiane Lucas de Oliveira Garcêz Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Comunicação Social

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2017.139367

Palavras-chave:

Movimentos Sociais •Representação Política Discursiva • Educação de Surdos • Fontes de Autoridade.

Resumo

Discute-se a noção de representação política discursiva (Saward, 2010) e o uso de fontes de autoridade por lideranças do movimento social dos surdos para buscar legitimidade nos discursos sobre modelos educacionais. Realizou-se um mapeamento de claims em um grupo de lideranças no Facebook, em uma audiência pública e na Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Conclui-se que a principal fonte de autoridade está relacionada à coletivização de questões, seja na defesa do amplo interesse ou nas histórias narradas comuns aos surdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiane Lucas de Oliveira Garcêz, Universidade Federal de Minas Gerais. Departamento de Comunicação Social

Pós-doutora e doutora em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Comunicação Social e graduada em Jornalismo pela UFMG. Professora adjunta do Departamento de Comunicação Social da UFMG.

Downloads

Publicado

2017-09-13