Considerações sobre gestão da humanização hospitalar: o caso do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo

Autores

  • Maria Aparecida da Silva Rodrigues Universidade de São Paulo. Hospital Universitário
  • Izabel Cristina Rios Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Departamento de Medicina Legal, Ética Médica, Medicina Social e do Trabalho

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2017.139372

Palavras-chave:

Humanização • Administração • Comunicação • Benchmarking • Imagem • Reputação.

Resumo

O artigo apresenta a experiência da gestão da humanização no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo, a importância do trabalho desenvolvido em rede e os resultados de um estudo de caso realizado no período de 2011 a 2014. A proposta é refletir sobre o conceito da humanização na área da saúde pública e a relevância da busca de parcerias que possam contribuir com a qualidade do trabalho desenvolvido. O primeiro passo nesse sentido foi identificar as relações que podem ser estabelecidas entre conceitos e técnicas da humanização na área da saúde e a interface com conceitos e técnicas da administração contemporânea e da comunicação institucional. No âmbito da investigação científica ou da atuação profissional, a área da comunicação é uma grande aliada, mas continua sendo um campo a ser explorado pela área da saúde, já que os desafios são muitos e bastante complexos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida da Silva Rodrigues, Universidade de São Paulo. Hospital Universitário

Especialista em Gestão da Humanização em Serviços de Saúde pela Escola de Educação Permanente do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP). Especialista em Gestão Estratégica em Comunicação Organizacional e Relações Públicas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Especialista em Psicologia Hospitalar em Hospital Geral pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP). Graduada em Psicologia pelo Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas (UniFMU). Coordenadora do Serviço de Humanização do Hospital Universitário da USP (HU-USP).

Izabel Cristina Rios, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Departamento de Medicina Legal, Ética Médica, Medicina Social e do Trabalho

Doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) Coordenadora do Núcleo Técnico e Científico de Humanização do Hospital das Clínicas da USP (HC-FMUSP). Médica, graduada pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). Professora do Departamento de Medicina Legal, Ética Médica, Medicina Social e do Trabalho da FMUSP.

Downloads

Publicado

2017-09-13