A contação de histórias de vida pelas organizações: a presença da diversidade nas narrativas institucionais

  • Ivone de Lourdes Oliveira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Jeane Moreira Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Storytelling, Transmídia, Comunicação organizacional, Diversidade

Resumo

Este artigo propõe entender como as organizações estão contando histórias de vida que abordam temas sobre diversidade de gênero, raça e LGBT+. As transformações da sociedade e o cenário midiatizado as levam a investir em narrativas que valorizam temas da agenda social no sentido de construir um conceito mais adequado às demandas contemporâneas. Para essa reflexão foi feita uma pesquisa no YouTube, revisão bibliográfica sobre a temática e análise de conteúdo da websérie Eu sou bonita? (2018), da Avon.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivone de Lourdes Oliveira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Professora adjunta da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Jeane Moreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas)

Referências

BALDISSERA, Rudimar. Comunicação organizacional: uma reflexão possível com base no paradigma da complexidade. In: OLIVEIRA, Ivone de Lourdes; SOARES, Ana Tereza (Org.). Interfaces e tendências da comunicação. São Caetano do Sul: Difusão, 2008. p. 153-181
BARICHELLO, Eugenia Mariano. Midiatização e cultura nas organizações da contemporaneidade: o processo de midiatização como matriz de práticas sociais. In: MARCHIORI, Marlene (Org.). Contexto organizacional midiatizado. São Caetano do Sul: Difusão; Rio de Janeiro: Editora Senac, 2014. p. 37-45. (Coleção Faces da Cultura e da Comunicação Organizacional, v. 8).
BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.
BRAGA, José Luiz. Midiatização: a complexidade de um novo processo social. In: IHU On-Line, São Leopoldo, ano 9, n. 289, 2009.
COELHO JR., Pedro Jaime. Diversidade nas organizações: entre a riqueza cultural e a disputa política. In: Comunicação, interculturalidade e organizações: faces e dimensões da contemporaneidade. Porto Alegre: EdiPUCRS, 2015.
COGO, Rodrigo. Storytelling: as narrativas da memória na estratégia da comunicação. São Paulo: Aberje, 2016.
EU SOU BONITA | AVON. [S.l.: Avon], 15 ago. 2018. 6 vídeos (20 min.) Disponível em: . Acesso em: 2 set. 2018.
FAUSTO NETO, Antônio. Comunicação das organizações: da vigilância aos pontos de fuga. In: OLIVEIRA, Ivone de Lourdes; SOARES, Ana Tereza (Org.). Interfaces e tendências da comunicação. São Caetano do Sul: Difusão, 2008.
FOG, Klaus; BUDTZ, Christian; YAKABOYLU, Baris. Storytelling: branding in practice. Copenhagen: Springer, 2005.
GALLO, Carmine. Storytelling: aprenda contar histórias com Steve Jobs, Papa Francisco, Churchill e outras lendas da liderança. São Paulo: HSM, 2017.
JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.
LIMA, Fábia Pereira. Midiatização empresarial: estratégias de legitimação e interlocução a partir de um canal televisivo de marca. 2009. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Comunicação e Artes, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.
LIMA, Fábia Pereira; OLIVEIRA, Ivone de Lourdes. O discurso e a construção de sentido no contexto organizacional midiatizado. In: MARCHIORI, Marlene (Org.). Contexto organizacional midiatizado. São Caetano do Sul: Difusão; Rio de Janeiro: Editora Senac, 2014. p. 85-97. (Coleção Faces da Cultura e da Comunicação Organizacional, v. 8).
PINTO, Julio. Comunicação organizacional ou comunicação no contexto das organizações? In: OLIVEIRA, Ivone de Lourdes; SOARES, Ana Tereza (Org.). Interfaces e tendências da comunicação. São Caetano do Sul: Difusão, 2008. p. 85- 93.
SALES, Ricardo G. Diversidade nas organizações: das lutas sociais às políticas de gestão. In: CONGRESSO ABRAPCORP, 12., 2017, Goiânia. Anais… São Paulo: Abrapcorp, 2017. p. 441-458.
SARLO, Beatriz. Tempo passado: cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
VOGLER, Christopher. A jornada do escritor: estrutura mítica para escritores. São Paulo: Aleph, 2015.
Publicado
2018-11-29