Investigação para a paz

passado, presente e futuro

Autores

  • Håkan Wiberg Lunds universitet

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2018.150547

Palavras-chave:

Pesquisa para a paz, Paz, Violência, Estudos para a paz

Resumo

O percurso de afirmação da investigação para a paz como disciplina assinala diferentes momentos de crise de identidade, expressos em densos debates epistemológicos. Como resultado desse crescimento dilemático, a investigação para a paz continua hoje atravessada por três questões conformadoras essenciais que este texto procura delimitar. A primeira é a do alcance da sua orientação para valores e políticas concretas. A segunda é a do seu lugar num território cognitivo disputado. E a terceira é a da densidade conferida à não-violência nos processos de transformação política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Håkan Wiberg, Lunds universitet

• Filósofo, Matemático e Doutor em Sociologia
• Um dos principais pesquisadores dos Peace Studies Diretor da Lund University Peace Research Institute, Suécia (1971-80)
• Diretor da Copenhagen Peace Research Institute (COPRI), Dinamarca (1988-2001)
• Autor de Ethnicity and Intra-State Conflict: Types, Causes and Peace Strategies. Aldershot: Ashgate, 1999. ix+327 pp, editado com Christian P. Scherrer; e de “Looking Back at the Year 2000: The People Were Right, The Experts Not”. Special issue of FUTURES, vol. 35, n. 2 (March 2003), escrito com Johan Galtung; entre outras publicações.

In memorian      

Downloads

Publicado

2018-09-24