Violência cultural, masculinidades e publicidade

a campanha “É de homem!” da L’Oréal em Portugal

Autores

  • Alexandre de Sousa Carvalho Universidade de Coimbra
  • Sofia José Santos Universidade de Coimbra

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2018.150581

Palavras-chave:

Publicidade, Masculinidades, Patriarcado, Semiótica, Violência cultural

Resumo

Mesmo em contextos de maior avanço na igualdade de gênero e com produtos que desafiam estereótipos, a publicidade tende a reafirmar o hegemônico, uma vez que privilegia o lucro em detrimento da transformação social. Isso pode implicar uma opção por estratégias de comunicação patriarcais, ainda que não desprovidas de hibridez, contribuindo para a perpetuação de violências. Para ilustrar esse fenômeno, aplicou-se a análise crítica de discurso e semiótica em cinco pôsteres da campanha “É de homem!”, lançada em Portugal pela marca L’Oréal.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre de Sousa Carvalho, Universidade de Coimbra

• Professor adjunto no Núcleo de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
• Investigador associado do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (CEI-ISCTE).
• Doutorando em Ciência Política no ISCTE-IUL.
• Mestre em African Peace and Conflict Studies pela Universidade de Bradford.
• Licenciado em Relações Internacionais pela Universidade de Coimbra.
• Seus atuais interesses de investigação são relacionados a partilhas de poder, resolução de conflitos e estudos para a paz; desafios de democracias contemporâneas; e estudos da internet.

Sofia José Santos, Universidade de Coimbra

• Professora auxiliar convidada no núcleo de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra.
• Investigadora integrada no Centro de Estudos Sociais da mesma universidade e investigadora associada no Observatório de Relações Exteriores (Observare), na Universidade Autónoma de Lisboa.
• Doutorada e mestre em Política Internacional e Resolução de Conflitos pela Universidade de Coimbra.
• Licenciada em Relações Internacionais pela Universidade de Coimbra.
• Seus atuais interesses de investigação são media, paz e violências; estudos de gênero; e estudos da internet.

Downloads

Publicado

2018-09-25