Serviço compartilhado e criação de valor: Airbnb e o sistema de review

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2022.194121

Palavras-chave:

Consumo colaborativo, Criação e percepção de valor , Confiança, Serviços compartilhados

Resumo

Analisou-se percepção de valor pelo consumidor de serviços compartilhados e criação de eventuais valores pelo fornecedor. Usou-se métodos mistos para identificar estímulos, preferências e necessidades do consumidor, observando-se a percepção de valor do usuário quanto ao serviço oferecido pela Airbnb. Percebeu-se valor por meio de cinco fatores: conveniência/facilidade; segurança/confiança; atendimento; preço; questão socioambiental. A criação de valor da Airbnb está alicerçada nos perfis, comentários, atendimento personalizado, agilidade, atenção e disponibilidade na prestação de serviços e informações.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • José Rubens de Campos, Universidade Anhembi Morumbi

    Mestre em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professor na Universidade Anhembi Morumbi (UAM).

  • Alexandre Luzzi Las Casas, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

    Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mestre em Administração pela PUC-SP. Professor titular e coordenador do Programa de Estudos Pós-Graduados em Administração da PUC-SP.

  • Almir Martins Vieira, Universidade Presbiteriana Mackenzie

    Doutor em Educação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Mestre em Administração pela Universidade Metodista de São Paulo (Umesp). Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Administração de Empresas da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

  • José Alberto Carvalho dos Santos Claro, Universidade Federal de São Paulo

    Doutor em Comunicação Social pela Umesp. Mestre em Administração pela Umesp. Professor adjunto da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Referências

AGARWAL, Nivedita; STEINMETZ, Robert. Sharing economy: a systematic literature review. International Journal of Innovation and Technology Management, [s. l.] v. 16, n. 6, p. 125-142, 2019.

BELK, Russel W. Possessions and the extended self. Journal of Consumer Research, Oxford, v. 15, n. 2, p. 139-168, 1988. doi: https://doi.org/10.1086/209154.

BOTSMAN, Rachel; ROGERS, Roo. What’s mine is yours: the rise of collaborative consumption. New York: Harper Business, 2011.

BRANDÃO, Marcelo M.; SINCORÁ, Larissa A.; SARCINELLI, Arthur F. A percepção de valor do ambiente eletrônico de agências de turismo e seu impacto na decisão de compra: o papel mediador da atitude. RBTur, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 1-15, 2021.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed: Bookman, 2010.

GIOVANINI, Adilson. Economia compartilhada e governança pública. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 54, n. 5, p. 1207-1238, 2020.

GIOVANINI, Adilson. Sharing economy and new transnational ways of consumption in the unicorn age: definitions, dissemination and conditioners. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, v. 20, n. 1, p. 1-27, 2021.

HAIR JUNIOR, Joseph F.; BABIN, Barry; MONEY, Arthur H.; SAMOUEL, Phillip. Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman, 2006.

KOTLER, Philip; KARTAJAYA, Hermawan; SETIAWAN, Iwan. Marketing 3.0: from products to customers to the human spirit. New York: Wiley, 2016.

MARTINS, Gilberto de Andrade; THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

LI, Chia-Ying; TSAI, Mei-Chen. What makes guests trust Airbnb? Consumer trust formation and its impact on continuance intention in the sharing economy. Journal of Hospitality and Tourism Management, [s. l.], v. 50, p. 44-54, 2022.

MESQUITA, Luiza A. F.; POZZEBON, Marlei; PETRINI, Maira. Construindo espaços de interação social a partir de relações e práticas de trabalho compartilhado. Revista de Administração Contemporânea, Maringá, v. 24, n. 2, p. 181-196, 2020.

MORAES, Rodrigo Bombonatti de Souza; OLIVEIRA, Marco A. Gonsales de; ACCORSI, André. Uberização no contexto da economia de compartilhamento: um estudo sobre o trabalho dos motoristas de transporte particular por aplicativo em São Paulo. Interface, Natal, v. 16, n. 2, p. 71-92, 2009.

OLSON, Mancur. The logic of collective action. Cambridge: Harvard University, 1965.

ORSI, Daniella Fernanda de Oliveira; CAPPELLOZZA, Alexandre; VIEIRA, Almir M. Práticas de consumo colaborativo na cidade de São Paulo: um estudo nos estratos econômicos A e B. Revista de Inovação e Sustentabilidade, São Paulo, v. 9, n. 3, p. 109-121, 2018.

PACHAURI, Moneesha. Consumer Behavior: a literature review. The Marketing Review, Helensburgh, v. 2, n. 3, p. 319-355, 2002. doi: https://doi.org/10.1362/1469347012569896.

PEREIRA, Carlos H. T.; SILVA, Minelle E. Entendendo a integração de atores sociotécnicos para mobilidade urbana compartilhada e sustentável. Brazilian Business Review, Vitória, v. 17, n. 6, p. 706-724, 2020. doi: http://dx.doi.org/10.15728/bbr.2020.17.6.6.

RIFKIN, Jeremy. Zero marginal cost society the rise of the collaborative commons and the end of capitalism. New York: Palgrave Macmillan, 2016.

TADELIS, Steven. Reputation and feedback systems in online platform markets. Annual Review of Economics, San Mateo, v. 8, n. 1, p. 321-340, 2016. doi: https://doi.org/10.1146/annurev-economics-080315-015325.

VACLAVIK, Marcia C.; PITHAN, Liana H. The agency search: the meaning of work for app drivers. Revista de Administração Mackenzie, São Paulo, v. 19, n. 5, p. 1-27, 2018. doi: https://doi.org/10.1590/1678-6971/eRAMG180080.

Downloads

Publicado

2022-11-18

Como Citar

CAMPOS, José Rubens de; CASAS, Alexandre Luzzi Las; VIEIRA, Almir Martins; CLARO, José Alberto Carvalho dos Santos. Serviço compartilhado e criação de valor: Airbnb e o sistema de review. Organicom, São Paulo, Brasil, v. 19, n. 38, p. 187–201, 2022. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2022.194121. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/194121.. Acesso em: 21 jul. 2024.