Em busca do comando ideal: um duplo olhar sobre a inteligência artificial generativa na comunicação organizacional

Autores

  • Luana da Silva Girardi Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
  • André Fagundes Pase Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2024.220414

Palavras-chave:

Comunicação, ChatGPT, Inteligência artificial generativa, Jasper, Profissionais de comunicação

Resumo

O tema inteligência artificial generativa ganhou ascensão recentemente, provocando debates sobre seu uso. Este artigo busca refletir os impactos iniciais entre os profissionais da Comunicação a partir de um estudo de caso combinado com estratégias etnográficas para avaliar os potenciais usos do ChatGPT e do Jasper. Além disso, apresentamos alguns prompts utilizados. As análises indicam que as ferramentas necessitam de contextos para sua operação e demandam uma mudança de paradigma profissional.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Luana da Silva Girardi, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    • Doutoranda e Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Comunicação na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGCOM-PUCRS).

    • Integrante do Grupo de Estudos em Ubiquidade Tecnológica (Ubitec) e Grupo de Estudos sobre Comunicação Organizacional (GECOR).

    • Graduada em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas também pela PUCRS.

    • Bolsista CAPES.

  • André Fagundes Pase, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

    • Doutor em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

    • Pesquisador e professor da Escola de Comunicação, Artes e Design da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Famecos-PUCRS).

    • Professor do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da PUCRS.

    • Professor visitante no Comparative Media Studies/Writing do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, e na Faculté des Sciences du Sujet et de la Société na Universidade Paul Valéry, Montpellier III, na França.

    • Pesquisador do Laboratório de Pesquisa em Mobilidade e Convergência Midiática (Ubilab).

    • Coordenador do grupo de pesquisa dos Jogos e Entretenimento Digital Interativo (JEDI).

    • Pesquisador nível PQ-2 do CNPq.

    • Pesquisador do programa Pesquisador Gaúcho, da Fapergs.

Referências

ARTIFICIAL intelligence market to reach $1,811,75 billion by 2030. Grand View Research, [online], jun. 2023. Disponível em: https://www.grandviewresearch.com/press-release/global-artificial-intelligence-ai-market. Acesso em: 1 dez. 2023.

BOURNE, Clea. AI cheerleaders: public relations, neoliberalism, and artificial intelligence. Public Relations Inquiry, London, v. 8, n. 2, p. 109-125, 2019. doi: https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/2046147X19835250

BRYNJOLFSSON, Erik; LI, Danielle; RAYMOND, Lindsey R. Generative AI at Work. NBER Working Paper Series, working paper 31161, 2023. Disponível em: https://www.nber.org/papers/w31161. Acesso em: 18 fev. 2024.

CAIAFA, Janice. Sobre a etnografia e sua relevância para o campo da comunicação. Questões Transversais, São Leopoldo v. 7, n. 14, 2019. Disponível em: https://revistas.unisinos.br/index.php/questoes/article/view/19775. Acesso em: 11 dez. 2023.

CASTELLS, Manuel. Comunicación y poder. Madrid: Alianza, 2009.

COULDRY, Nick; YU, Jun. Deconstructing Datafication’s brave new world. New Media Society, New York, v. 20, n. 12, 2018. Disponível em: doi: https://doi.org/10.1177/1461444818775968.

EKE, Damian Okaibedi. ChatGPT and the rise of generative AI: threat to academic integrity? Journal of Responsible Technology, Amsterdã, v. 13, 2023. doi: https://doi.org/10.1016/j.jrt.2023.100060

GABRIEL FILHO, Oscar. Inteligência artificial e aprendizagem de máquina: aspectos teóricos e aplicações. São Paulo: Blucher, 2023.

GENERATIVE AI to become a $1.3 trillion market by 2032, research finds. Bloomberg, [online], 1 jun. 2023a. Disponível em: https://www.bloomberg.com/company/press/generative-ai-to-become-a-1-3-trillion-market-by-2032-research-finds/. Acesso em: 1 dez. 2023.

GENERATIVE AI is churning out unicorns like it’s 2021. CB Insights, [online], 10 maio 2023b. Disponível em: https://www.cbinsights.com/research/generative-ai-unicorns-valuations-revenues-headcount/. Acesso em: 1 dez. 2023.

KUNSCH, Margarida. A comunicação estratégica nas organizações contemporâneas. Media & Jornalismo, Lisboa, v. 18, n. 33, p. 13-24, 2018. doi: https://doi.org./10.14195/2183-5462_33_1

LEE, Aileen. Welcome to the unicorn club: learning from billion-dollar startups. Tech Crunch, 2 nov. 2013. Disponível em: https://techcrunch.com/2013/11/02/welcome-to-the-unicorn-club/. Acesso em: 6 dez. 2023.

LÉVY, Pierre. Tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro: Editora 34, 2001.

TERRA, Carolina Frazon; RAPOSO, João Francisco. Relações Públicas e Comunicação orientadas aos dados: realidade ou necessidade contemporânea? Interfaces da Comunicação, v. 1, n. 1, p. 1-14, 2023. doi: https://doi.org/10.11606/issn.2965-7474.v1i1p1-14

THE ECONOMIC potential of generative AI: the next productivity frontier. McKinsey & Company, [online], 14 jun. 2023. Disponível em: https://www.mckinsey.com/capabilities/mckinsey-digital/our-insights/The-economic-potential-of-generative-AI-The-next-productivity-frontier. Acesso em: 1 dez. 2023.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Downloads

Publicado

2024-05-27

Como Citar

GIRARDI, Luana da Silva; PASE, André Fagundes. Em busca do comando ideal: um duplo olhar sobre a inteligência artificial generativa na comunicação organizacional. Organicom, São Paulo, Brasil, v. 21, n. 44, p. 71–84, 2024. DOI: 10.11606/issn.2238-2593.organicom.2024.220414. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/220414.. Acesso em: 25 jul. 2024.