[1]
M. S. Henriques e D. R. Silva, “Relações públicas em jogo: a simulação como recurso didático”, Organicom, vol. 14, nº 26, p. 313-323, set. 2017.