Natureza, espaço e paisagem como construção humana

  • Vania Bartalini Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, SP.
Palavras-chave: Arquitetura Paisagística. Paisagem. Construção de sentido. Historicidade. Produção humana

Resumo

Tendo como ponto de partida as bases fenomenológicas, nas quais paisagem é compreendida como fruto da relação Homem/lugar/mundo, busca-se abordar as ideias de natureza, espaço e paisagem, sob a ótica do que se convencionou chamar de “experenciador”. Diante do complexo panorama contemporâneo, em que as categorias acima citadas sofrem revisões e ampliações conceituais sistemáticas, pretende-se discutir natureza, espaço e paisagem como construções humanas, historicamente  determinadas. O tema é conduzido através da reflexão sobre a tessitura e sentido que se dá a partir da experiência direta, por meio da qual paisagem pode ser lida como “mediação” entre natureza e humano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTALINI, Vladimir. A Paisagem em Arquitetura e Urbanismo. In: Paisagem Textos I. Organização e produção dos Textos: Vladimir Bartalini. Edusp. São Paulo, 2013.

BESSE, Jean-Marc. Ver a Terra: seis ensaios sobre paisagem e geografia. Tradução de Vladimir Bartalini. São Paulo: Perspectiva, 2006.

CASANOVA, Marco Antonio. Compreender Heidegger. Petrópolis: Vozes, 2009.

DARDEL, Eric. O homem e a Terra: natureza da realidade geográfica. Tradução Vladimir Bartalini. São Paulo: FAUUSP, 2013.

GIACÓIA JR, Oswaldo. Heidegger urgente: introdução a um novo pensar. São Paulo: Três Estrelas, 2013.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. Tradução de Márcia Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis: Vozes, 1988.

HEIDEGGER, Martin. A origem da obra de arte. Tradução de Idalina Azevedo e Manuel Antônio de Castro. Rio de Janeiro: Edições 70; LDA, 2010.

HEIDEGGER, Martin. Construir, habitar, pensar. In: Ensaios e conferências. 7 ed. Tradução de Márcia Sá Cavalcante Schuback. Petrópolis: Vozes, 2010.

SAPIENZA, Bilê Tatit. Encontro com a Daseinsanalyse: a obra Ser e tempo, de Heidegger, como fundamento da terapia daseinsanalítica. São Paulo: Escuta, 2015.

Publicado
2017-10-20
Como Citar
Bartalini, V. (2017). Natureza, espaço e paisagem como construção humana. Paisagem E Ambiente, (39), 43-49. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i39p43-49
Seção
Fundamentos