Espaços públicos de propriedade privada: os Pops de Nova York

  • Luciana Oliveira Universidade Presbiteriana Mackenzie. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, SP.
  • Maria Augusta Justi Pisani Universidade Presbiteriana Mackenzie. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, SP.
Palavras-chave: Espaços públicos de propriedade privada. Paisagem urbana. Espaço público.

Resumo

Este artigo discute as implicações da transferência de responsabilidade da proposição e gestão dos espaços coletivos, da esfera pública para a esfera privada, e qual o impacto e/ou contribuição dessa transferência para a paisagem urbana e a qualidade de vida. O objeto de estudo é o sistema de bonificação utilizado em Nova York para criação de espaços de propriedade privada de uso coletivo, denominados POPS (Privately Owned Public Spaces). A pesquisa realizou levantamento quantitativo e qualitativo com base nos preceitos teóricos de Jan Gehl (2006), na Park Avenue. Os resultados obtidos demonstraram que as praças corporativas dos edifícios contribuem para o sistema de espaços livres para uso público e enobrecem a paisagem urbana local. Porém, a apropriação dos espaços livres pela população depende do grau de acessibilidade e permeabilidade visual entre os POPS e as circulações públicas, as calçadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APOPS. Advocates for Privately Owned Pubic Spaces. History. Disponível em: < http://apops.mas.org/about/history/ >. Acesso em: 17 out. 2016.

BANERJEE, Tridib. The future of public space: beyond invented streets and reinvented places. In: CARMONA, Matthew; TIESDELL, Steve (Ed.). Urban design reader. Oxford: Elsevier, 2007.

CAMPOS, A. C. A cidade, espaço de convivência. Revista Bibliográfica de Geografía y Ciencias Sociales, Universidad de Barcelona. Biblio 3W, Vol. IX, nº 546, 15 nov. 2004. Disponível em: < http://www.ub.es/geocrit/b3w-546.htm >. Acesso em: 2 jun. 2016.

CENSUS Bureau. U.S. Department of Commerce. 2010. Disponível em: < www.census.gov/ >. Acesso em: 15 ago. 2016.

GEHL, Jan. La humanización del espacio urbano: la vida social entre los edificios. Barcelona: Reverté, 2006.

GOLDBERGER, P. The rise of private city. In: CARMONA, Matthew; TIESDELL, Steve (editors). Urban design reader. Oxford: Elsevier, 2007.

KAYDEN, Jerold S. Privately owned public space: the New York City experience. New York: The New York City Department of City experience, 2000.

KAYDEN, Jerold S. Meet me at the plaza. 19 out. 2011 In: New York Times. Disponível em: < http://www.nytimes.com/2011/10/20/opinion/zuccotti-park-and-the-private-plaza-problem.html >. Acesso em: 15 dez. 2015.

MACEDO, Silvio Soares. Paisagismo brasileiro na virada do século: 1990-2010. São Paulo: Edusp; Campinas: Unicamp, 2012.

MADANIPOUR, Ali. Public and private spaces of the city. Nova York: Routledge, 2003.

NEW York City. City of New York. 2016. Privately Owned Public Space: history – inauguration of the Program. Disponível em: < https://www1.nyc.gov/site/planning/plans/pops/pops-history.page >. Acesso em: 5 out. 2016.

SOLÁ-MORALES, Manuel de. Espaços públicos, espaços coletivos. In: Os centros das metrópoles: reflexões e propostas para uma cidade democrática do século XXI. São Paulo: Associação Viva O Centro. 2001.

UNITED Nations Human Settlements Programme. UN-HABITAT. Public Spaces for all. 2015. Disponível em: < http://unhabitat.org/public-spaces-for-all-2/ >. Acesso em: 7 nov. 2016.

YOON, Heeyeun; SRINIVASAN, Sumeeta. Are they well situated? Spatial analysis of Privately Owned Public Space, Manhattan, New York City. In: Urban Affairs Review, vol. 51(3), 2015, p. 358-380.

ZOLA Zoning & Land Use. New York City Planning. Disponível em: < http://maps.nyc.gov/doitt/nycitymap/template?applicationName=ZOLA >. Acesso em: 20 mar. 2017.

ZONING Resolution of the City of New York, City Planning Commission, 2012. Disponível em: < http://www.nyc.gov/html/dcp/pdf/zone/allarticles.pdf >. Acesso em 22 jan. 2016.

Publicado
2017-10-20
Como Citar
Oliveira, L., & Pisani, M. A. (2017). Espaços públicos de propriedade privada: os Pops de Nova York. Paisagem E Ambiente, (39), 113-132. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i39p113-132
Seção
Espaços Livres