Uso do espaço e comportamento dos visitantes como indicador de desempenho dos espaços abertos de jardins zoológicos

Palavras-chave: Jardins zoológicos, Espaços abertos, Qualidade ambiental

Resumo

Proporcionar um espaço qualificado é considerado essencial para o cumprimento das funções de educação e entretenimento dos jardins zoológicos. No entanto, há carência de estudos que abordem a qualidade espacial nessas instituições, baseados em avaliações envolvendo indivíduos. Assim, esta investigação tem como objetivo verificar como os espaços abertos dos jardins zoológicos são apreendidos e vivenciados, identificando quais elementos físicos-espaciais desses ambientes intensificam o uso do espaço e podem estar relacionados a percepção de qualidade ambiental. O trabalho adota uma abordagem metodológica qualitativa e quantitativa e é conduzido a partir de um estudo de caso, o Parque Zoológico da FZB/RS. O uso e as preferências dos visitantes são considerados como medida de desempenho ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BITGOOD, Stephen. An overview of the methodology of visitor studies. Visitor behavior, v.3, n.3. Center of Social Design. Jacksonville, Alabama, 1988.

COE, Jon. Zoo Environments for People, Plants and Animals. Workshop for Indian Zoo Directors, Central Zoo Authority of India: Designing Enclosures and Landscape Planning for Indian Zoos, India, 2011.

COE, Jon. Design and Architecture: Third Generation Conservation, Post-Immersion and Beyond. Future of Zoos Symposium, 10-11 February. Canisius College, Buffalo, New York, 2012.

HANCOCKS, David. Different Nature - The paradoxical world of zoos and their uncertain future. University of California Press: Berkeley, 2003.

EBENHÖH, Monica. Evaluating Zoo Design: The Importance of Visitor Studies. Dissertation (msster of landscape architecture) - University of Agricultural Sciences. Vienna, Austria, 1992.

FRANCIS, M. Urban Open Spaces: designing for user needs. Washington: Island Press, 2003.

GRAETZ, Michael. The Role of Architectural Design in Promoting the Social Objectives of Zoos. A Study of Zoo Exhibit Design with Reference to Selected Exhibits in Singapore Zoological Gardens. Dissertation (master of architecture) - University of Singapore. Singapore, 1995.

HAAS, Karen. Espaços abertos: indicadores da apropriação interna e a adaptação dos usuários do entorno. Dissertação (Mestrado em Planejamento Urbano e Regional) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2000.

JONES, Grant; COE, Jon; PAULSON, Dennis (revisors). Long-Range Plan, Development Guidelines and Exhibit Scenarios. Woodland Park Zoo, Library of Congress, 1976.

REIS, Antônio; LAY, Maria Cristina. Avaliação da qualidade de projetos - uma abordagem perceptiva e cognitiva. Revista Ambiente Construído, vol. 6, no. 3, pp. 21-34, Porto Alegre, 2006.

YIN, Robert. Estudo de caso: Planejamento e métodos. GRASSI, D. (Trad.), 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.
Publicado
2018-12-19
Como Citar
Balleste, S., & Naoumova, N. (2018). Uso do espaço e comportamento dos visitantes como indicador de desempenho dos espaços abertos de jardins zoológicos. Paisagem E Ambiente, (42), 117-133. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i42p117-133
Seção
Espaços Livres