A estrutura de áreas verdes urbanas como indicador de qualidade ambiental e sua importância para a diversidade de aves na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Palavras-chave: Biodiversidade, Paisagem, Cerrado, Conexão de áreas verdes urbanas, Sustentabilidade

Resumo

A maior biodiversidade em ambientes urbanos propicia menor vulnerabilidade aos problemas normalmente encontrados nestes contextos, como a poluição, assim, a conservação dos recursos naturais relaciona-se à melhor qualidade de vida da população. A partir disso, objetivou-se analisar a estrutura vegetacional em três áreas verdes urbanas e sua importância para a manutenção da avifauna em Campo Grande, MS. Os elementos considerados foram tamanho, utilização, entorno, estrutura da vegetação e os corpos hídricos para comparar riqueza e frequência de ocorrência das espécies de aves. Através de levantamento qualitativo, foram registradas 107 espécies de aves nas áreas estudadas. As aves encontradas com maior frequência absoluta de ocorrência foram Patagioenas picazuro e Ara ararauna. A área de vida de 89% das aves não se configura como ‘áreas alteradas’, indicando que a cidade, atualmente, apresenta boas condições ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emilia Alibio Oppliger, Universidade Anhanguera (Uniderp)

Bacharel em Turismo, doutoranda em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional

Ademir Kleber Morbeck de Oliveira, Universidade Anhanguera (Uniderp)

Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional.

Neiva Maria Robaldo Guedes, Instituto Arara Azul

Universidade Anhanguera-Uniderp. Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional

Referências

AMÂNCIO, Suelen; SOUZA, Valéria Barbosa; MELO, Celine. Columba livia e Pitangus sulphuratus como indicadoras de qualidade ambiental em área urbana. Revista Brasileira de Ornitologia, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 32-37, 2008.

AMATO-LOURENÇO, Luís Fernando; MOREIRA, Tiana Carla Lopes; ARANTES, Bruna Lara; SILVA FILHO, Demóstenes Ferreira; MAUAD, Thais. Metrópoles, cobertura vegetal, áreas verdes e saúde. Estudos Avançados, São Paulo, v. 30, n. 86, p. 113-130, 2016. DOI: 10.1590/S0103-40142016.00100008.

ANGIOSPERM PHILOGENY GROUP. An update of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG III. Botanical Journal of the Linnean Society, London, v. 161, n. 2, p. 105-121, 2009. DOI: 10.1111/j.1095-8339.2009.00996.x.

BARGOS, Danúbia Caporusso; MATIAS, Lindon Fonseca. Áreas verdes urbanas: um estudo de revisão e proposta conceitual. REVSBAU, Piracicaba, n. 6, v. 3, p. 172-188, 2011.

BENAKOUCHE, Rabah. Avaliação monetária do meio ambiente. São Paulo: Makron Books, 1994.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Quarto Relatório Nacional para a Convenção sobre a Diversidade Biológica: Brasil. Brasília, DF: Ministério do Meio Ambiente, 2011.

BROWER, James E.; ZAR, Jerrold H.; ENDE, Carl N. von. Field and laboratory methods for general ecology. Dubuque: Wm. C. Brown Publishers, 1984.

CALDARA JUNIOR, Vilacio; LEITE, Yuri Luiz Reis. Uso de habitats por pequenos mamíferos no Parque Estadual da Fonte Grande, Vitória, Espírito Santo, Brasil. Boletim do Museu de Biologia Mello Leitão, Santa Teresa, v. 21, p. 57-77, 2007.

CALVIÑO-CANCELA, Maria. Time-activity budgets and behaviour of the Amazilia hummingbird, Amazilia (Apodiformes: Trochilidae) in an urban environment. Biología Tropical, San José, v. 54, n. 3, p. 873-878, 2006.

CAMPO GRANDE (Município). Secretaria Municipal de Serviços e Obras Públicas. Relatório de Avaliação Ambiental. Campo Grande: Sesop, 2007.

CASTRO-NAVARRO, Jaime; SAHAGÚN-SÁNCHEZ, Francisco Javier; REYES-HERNANDEZ, Humberto. Dinámica de fragmentación en la Sierra Madre Oriental y su impacto sobre la distribución potencial de la avifauna. Madera y Bosques, Xalapa, v. 23, n. 2, p. 99-117, 2017. DOI: 10.21829/myb.2017.2321429.

CRUZ, Bruna Botti; PIRATELLI, Augusto João. Avifauna associada a um trecho urbano do Rio Sorocaba, Sudeste do Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 11, n. 4, p. 255-264, 2011.

CULLEN JR., Laury; RUDRAN, Rudy; VALLADARES-PADUA, Cláudio. Transectos lineares na estimativa de densidade de mamíferos e aves de médio e grande porte. In: CULLEN JR., Laury; RUDRAN, Rudy; VALLADARES-PADUA, Cláudio (org.). Métodos de estudo em biologia da conservação e manejo da vida silvestre. Curitiba: Ed. UFPR, 2004. p. 169-179.

CURCINO, Alexandre; SANT’ANA, Carlos Eduardo Ramos; HEMING, Neander Marcel. Comparação de três comunidades de aves na região de Niquelândia, GO. Revista Brasileira de Ornitologia, São Paulo, v. 15, n. 4, p. 574-584, 2007.

CUSTER, Thomas W.; OSBORN, Ronald G. Wading birds as biological indicators: 1975 colony survey. Washington, DC: U.S. Fish and Wildlife Service, 1977.

D’ANGELO NETO, Santos; VENTURIN, Nelson; OLIVEIRA FILHO, Ary Teixeira; COSTA, Fernando Antônio Frieiro. Avifauna de quatro fisionomias florestais de pequeno tamanho (5-8 ha) no Campus da Ufla. Revista Brasileira de Biologia, São Carlos, v. 58, n. 3, p. 463-472, 1998.

DÁRIO, Fábio Rossano; DE VINCENZO, Maria Cristina Veiga; ALMEIDA, Álvaro Fernando. Avifauna em fragmentos de Mata Atlântica. Ciência Rural, Santa Maria, v. 32, n. 6, p. 989-996, 2002. DOI: 10.1590/S0103-84782002000600012.

FREITAS, Juliana Maria de Souza. Construindo para a (bio)diversidade: o planejamento ecológico da paisagem urbana. Paisagem e Ambiente, São Paulo, n. 40, p. 89-103, 2017. DOI: 10.11606/issn.2359-5361.v0i40p89-103.

GAUDERETO, Guilherme Leite; GALLARDO, Amarilis Lúcia Casteli Figueiredo; FERREIRA, Maurício Lamano; NASCIMENTO, Ana Paula Branco; MANTOVANI, Waldir. Avaliação de serviços ecossistêmicos na gestão de áreas verdes urbanas: promovendo cidades saudáveis e sustentáveis. Ambiente e Sociedade, São Paulo, v. 21, p. 1-20, 2018. DOI: 10.1590/1809-4422asoc0120r3vu18l4td.

GUEDES, Neiva Maria Robaldo. Araras da Cidade. In.: QUEVEDO, Thiago Lopes. Araras da cidade: músicas do mato. Campo Grande: Alvorada, 2012. p. 45-140.

GWYNNE, John A.; RIDGELY, Robert S.; TUDOR, Guy; ARGEL, Martha. Aves do Brasil: Pantanal e Cerrado. São Paulo: Horizonte, 2010.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Campo Grande: panorama (2017). Rio de Janeiro: IBGE, 2019. Disponível em: https://bit.ly/3cD4G8R. Acesso em: 20 abr. 2020.

KUDO, Stephany Anry; PEREIRA, Henrique dos Santos; SILVA, Suzy Cristina Pedroza. A proteção jurídica dos fragmentos florestais urbanos: um estudo da paisagem e da legislação ambiental e urbanística da cidade de Manaus. Desenvolvimento e Meio Ambiente, Curitiba, v. 38, p. 521-540, 2016.

MACIEL, Tatiane Tagliatti; BARBOSA, Bruno Corrêa. Áreas verdes urbanas: história, conceitos e importância ecológica. CES Revista, Juiz de Fora, v. 29, n. 1, p. 30-42, 2015.

MAMEDE, Simone; BENITES, Maristela. Por que Campo Grande é a capital brasileira do turismo de observação de aves e propostas para o fortalecimento da cultura local em relação a esta prática. Atualidades Ornitológicas, Ivaiporã, v. 201, p. 8-15, 2018.

MANICA, Lílian; TELLES, Marina; DIAS, Manoel Martins. Bird richness and composition in a Cerrado fragment in the State of São Paulo. Brazilian Journal of Biology, São Carlos, v. 70, n. 2, p. 243-254, 2010.

MARQUES, Fernanda Cristina; ANJOS, Luiz. Sensitivity to fragmentation and spatial distribution of birds in forest fragments of northern Paraná. Biota Neotropica, Campinas, v. 14, n. 3, p. 1-9, 2014.

MATOS, Veridiana Possati Vieira; MATOS, Tatiana Possati Vieira; CETRA, Maurício; TIMO, Thiago Philipe de Camargo; VALENTE, Roberta Averna. Forest fragmentation and impacts on the bird community. Revista Árvore, Viçosa, v. 42, n. 3, p. 1-13, 2018. DOI: 10.1590/1806-90882018000300009

MAZZEI, Katia; COLESANTI, Marlene Terezinha Muno; SANTOS, Douglas Gomes. Áreas verdes urbanas, espaços livres para o lazer. Sociedade e Natureza, Uberlândia, v. 19, n. 33, p. 33-43, 2007.

MORANTE FILHO, José Carlos; SILVEIRA, Rosicleire Veríssimo. Composição e estrutura trófica da comunidade de aves de uma área antropizada no oeste do estado de São Paulo. Atualidades Ornitológicas, Ivaiporã, v. 169, p. 33-40, 2012.

MOTTA JÚNIOR, José Carlos. Estrutura trófica e composição das avifaunas de três habitats terrestres na região central do estado de São Paulo. Revista Ararajuba, Ivaiporã, v. 1, p. 65-71, 1990.

OLIVEIRA, Ademir Kleber Morbeck; REZENDE, Ubirazilda Maria. Composição florística do Parque Estadual Matas do Segredo, localizado na área urbana do município de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Piracicaba, v. 7, n. 3, p. 57-74, 2012.

OPPLIGER, Emilia Alibio; FONTOURA, Fernanda Mussi; OLIVEIRA, Ademir Kleber Morbeck; TOLEDO, Maria Cecília Barbosa; SILVA, Mauro Henrique Soares; GUEDES, Neiva Maria Robaldo. Estudo da avifauna de três áreas verdes urbanas com diferentes características de paisagem e potencial turístico em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Atualidades Ornitológicas, Ivaiporã, v. 192, p. 33-40, 2016a.

OPPLIGER, Emilia Alibio; FONTOURA, Fernanda Mussi; OLIVEIRA, Ademir Kleber Morbeck; TOLEDO, Maria Cecília Barbosa; SILVA, Mauro Henrique Soares; GUEDES, Neiva Maria Robaldo. O potencial turístico para a observação da avifauna em três áreas verdes na cidade de Campo Grande, MS. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 274-292, 2016b. DOI: 10.7784/rbtur.v10i2.789.

PIACENTINI, Vítor de Queiroz et al. Lista comentada das aves do Brasil pelo Comitê Brasileiro de Registros Ornitológicos. Revista Brasileira de Ornitologia, Rio Grande, v. 23, n. 2, p. 91-298, 2015.

PIRATELLI, Augusto; PEREIRA, Márcia Regina. Dieta de aves na região leste de Mato Grosso do Sul, Brasil. Ararajuba, São Paulo, v. 10, n. 2, p. 131-139, 2002.

PIRATELLI, Augusto et al. Searching for bioindicators of forest fragmentation: passerine birds in the Atlantic forest of southeastern Brazil. Brazilian Journal of Biology, São Carlos, v. 68, n. 2, p. 259-268, 2008.

RAMOS, Lisiane Acosta; MARIA, Luciane. Contribuição ao estudo da avifauna urbana do município de Santa Maria, RS. Atualidades Ornitológicas, Ivaiporã, v. 193, p. 57-64, 2016.

SANTOS, Marcelo Fischer Barcellos; CADEMARTORI, Cristina Vargas. Estudo comparativo da avifauna em áreas verdes urbanas da região metropolitana de Porto Alegre, sul do Brasil. Biotemas, Florianópolis, v. 23, n. 1, p. 181-195, 2010. DOI: 10.5007/2175-7925.2010v23n1p181.

SANTOS, Marcelo Fischer Barcellos; CADEMARTORI, Cristina Vargas. Composição e abundância da avifauna em quatro fitofisionomias de área rural pertencente ao domínio da Mata Atlântica no sul do Brasil. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 25, n. 2, p. 351-361, 2015. DOI: 10.5902/1980509818453.

SICK, Helmut. Ornitologia brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1997.

SILVA, Wesley Rodrigues. As aves da Serra do Japi. In: MORELLATO, Leonor Patrícia Cerdeira. (org.). História natural da serra do Japi. Campinas: Ed. Unicamp, 1992. p. 238-263.

SOARES, Glória Ramos; OLIVEIRA, Andréa Aparecida Paiva; SILVA, André Roberto Melo. Borboletas (Lepidoptera: Papilionoidea e Hesperioidea) de um parque urbano em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Biota Neotropica, Campinas, v. 12, n. 4, p. 209-217, 2012.

TÁXEUS. Lista de espécies (2017). [S. l.]: Táxeus, 2017. Disponível em: http://www.taxeus.com.br/listabioma/cerrado/aves. Acesso em: 20 abr. 2020.

VALADÃO, Rafael Martins; FRANCHIN, Alexandre Gabriel; MARÇAL JÚNIOR, Oswaldo. A avifauna do Parque Municipal Victório Siquierolli, zona urbana de Uberlândia, MG. Biotemas, Florianópolis, v. 19, n. 1, p. 81-91, 2006.

XAVIER, Fernanda Berguerand; FELIPE, Juliana; ARANA, Alba Regina Azevedo. O parque verde urbano: características do uso através de observação sistemática. Revista Brasileira de Gestão Urbana, Curitiba, v. 10, n. 1, p. 82-95, 2018. DOI: 10.1590/2175-3369.010.supl1.ao05.

Publicado
2019-11-27
Como Citar
Oppliger, E., Fontoura, F., Oliveira, A. K., Toledo, M. C., Silva, M. H., & Guedes, N. M. (2019). A estrutura de áreas verdes urbanas como indicador de qualidade ambiental e sua importância para a diversidade de aves na cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Paisagem E Ambiente, 30(44), 162864. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.paam.2019.162864
Seção
Paisagem Urbana