Espaços Livres a Habitação Verticalizada em São Paulo: Estudo de Caso da Vila Romana

  • Luciana Satiko Takaesu Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Verticalização, São Paulo, Projeto paisagístico, Espaços livres

Resumo

O texto apresenta a pesquisa realizada junto ao Laboratório QUAPA - Quadro do Paisagismo no Brasil - da FAUUSP. O objeto deste estudo é o fenômeno da verticalização na cidade de São Paulo, mais precisamente a produção habitacional recente, analisando o projeto de seus espaços livres do ponto de vista programático e espacial e sua influência na formação do sistema de espaços livres. Grandes conjuntos de apartamentos estão sendo construídos e vendidos em São Paulo, ao mesmo tempo em que tipos consolidados – como a torre isolada centralizada no lote, cercada de equipamentos de recreação, permanecem como opção. Isso implica em um aumento de emprego de equipamentos de lazer, crescendo em número e variedade, que rapidamente passam da categoria de inovação à necessidade, alterando o projeto dos espaços livres. Campanhas publicitárias usam dos espaços “verdes”, tratamento paisagístico e áreas de lazer para vender apartamentos. Toda essa produção altera a paisagem da cidade. O estudo dos agentes da produção do espaço, especialmente da legislação e do mercado imobiliário nos permite entender o desenho desses espaços. O bairro da Vila Romana é um exemplo desse fenômeno e foi escolhido como estudo de caso. O aumento do porte dos conjuntos residenciais e da complexidade do programa de seus espaços livres trazem novas possibilidades de desenho, com novas formas de apropriação e percepção dos espaços, públicos e privados, e, por fim, da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Satiko Takaesu, Universidade de São Paulo

Arquiteta e urbanista pela Universidade de São Paulo e mestranda do curso de pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, área de concentração Paisagem e Ambiente

Publicado
2012-06-30
Como Citar
Takaesu, L. (2012). Espaços Livres a Habitação Verticalizada em São Paulo: Estudo de Caso da Vila Romana. Paisagem E Ambiente, (30), 11-28. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i30p11-28
Seção
Paisagem Urbana