Lugares ou não-lugares? Os descaminhos de um debate

Autores

  • Vicente Barcellos Universidade de Brasília. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i22p129-135

Palavras-chave:

Paisagem urbana. Transposição de ideais. Idéia de lugar.

Resumo

Surgida no âmbito da antropologia européia nos últimos anos, a idéia de não-lugares, tem sido apropriada por paisagistas, urbanistas e arquitetos sem maiores questionamentos e utilizada nos debates sobre a paisagem urbana como parte de um arsenal ideológico que pouco serve para solucionar as questões que se observa nas cidades. Com o presente ensaio o autor questiona a validade da idéia de não-lugares para a área de conhecimento onde se inserem os paisagistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vicente Barcellos, Universidade de Brasília. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

Paisagista, arquiteto, mestre, doutor, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília. 

Downloads

Publicado

2006-12-04

Como Citar

Barcellos, V. (2006). Lugares ou não-lugares? Os descaminhos de um debate. Paisagem E Ambiente, (22), 129-135. https://doi.org/10.11606/issn.2359-5361.v0i22p129-135

Edição

Seção

ENEPEA