A literatura brasileira de expressão alemã e a crítica

Autores

  • Celeste Ribeiro de Sousa Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Letras Modernas

DOI:

https://doi.org/10.11606/1982-883719284573

Palavras-chave:

Literatura teuto-brasileira, Literatura da imigração alemã, Brasil alemão

Resumo

O presente texto objetiva expor e divulgar ao mais amplo público leitor um panorama cronológico comentado dos estudos críticos publicados sobre a literatura produzida por imigrantes de língua alemã e seus descendentes no Brasil, mostrando que e por que se tratam de uma crítica parcial, o que evidencia a necessidade de atrair a atenção para este campo de pesquisa, partindo dos novos horizontes abertos pelos estudos culturais, pela imagologia, pelos estudos da memória, além da crítica poética. Parte-se das palavras encorajadoras de Boris Fausto em Fazer a América (1999) e de Wander de Melo Miranda em Nações literárias (2010), pois a literatura de língua alemã gerada no país pertence à cultura brasileira, é uma das nações literárias encastoadas no Brasil

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

SOUSA, C. R. de. A literatura brasileira de expressão alemã e a crítica. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 19, n. 28, p. 45-73, 2016. DOI: 10.11606/1982-883719284573. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/119171. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Nao definida