Odradek, quimera incapturável

Autores

  • Tomaz Amorim Izabel Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Departamento de Teoria Literária

DOI:

https://doi.org/10.11606/1982-8837192874

Palavras-chave:

Franz Kafka, Modernidade, Híbridos, Teoria Literária

Resumo

Através da ideia de quimera, esse ensaio tentará compreender a constituição aberta do personagem Odradek, da narrativa curta “A preocupação do pai de família” de Franz Kafka. O interestante nessa construção literária seria o deslocamento (inclusive das possibilidades de expressão de gênero nas línguas) que Odradek impõe ao esforço constante do narrador (representante de grupos sociais específicos) em categorizá-lo e, por consequência, do leitor, que tentaria encerrá-lo num tipo fechado de interpretação. Odradek parece um tipo de ser incapturável pelas principais categorias, sejam elas literárias, biológicas ou sociais, que ajudaram a fundar a ideia de Modernidade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-16

Como Citar

IZABEL, T. A. Odradek, quimera incapturável. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 19, n. 28, p. 74-100, 2016. DOI: 10.11606/1982-8837192874. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/119174. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Nao definida