Ópio para Ovídio

O Livro do Travesseiro de Yoko Tawada em tradução

Autores

  • Alice do Vale Instituto Goethe

DOI:

https://doi.org/10.11606/1982-883722361

Palavras-chave:

Yoko Tawada, Literatura Alemã, tradução literária, deslocamento e transformação

Resumo

Este artigo2 visa a expor as principais questões envolvidas no processo de tradução do alemão para o português do Brasil do livro Opium für Ovid: Ein Kopfkissenbuch von 22 Frauen (Ópio para Ovídio: um Livro do Travesseiro de 22 mulheres), de Yoko Tawada. Com vistas ao exercício de traduzir, este trabalho deve ser entendido como um estudo preliminar sobre a escritora e seu livro Ópio para Ovídio, escrito em uma língua estrangeira. Num contexto de constante migração e, ao mesmo tempo, de negação do Outro e de xenofobia, entende-se como necessária a busca por uma experiência de alteridade. Nesse sentido, este trabalho persegue o deslocamento do olhar para uma perspectiva e uma língua estrangeiras, de modo que o texto traduzido propicie uma experiência com o fremd.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-01-01

Como Citar

VALE, A. do. Ópio para Ovídio: O Livro do Travesseiro de Yoko Tawada em tradução. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, v. 22, n. 36, p. 1-29, 2019. DOI: 10.11606/1982-883722361. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/151427. Acesso em: 25 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos