Para uma interpretação do conceito de Bildungsroman

Autores

  • Flavio Quintale Neto

DOI:

https://doi.org/10.11606/1982-8837.pg.2005.73703

Palavras-chave:

Romance de formação, Goethe, humanismo, práxis e contemplação

Resumo

Neste artigo tenta-se compreender o sentido do chamado Romance de Formação. É feita uma curta analise do romance Os anos de aprendizado de Wilhelm Meister de Goethe, obra modelo desse gênero narrativo. Argumenta-se que Goethe propõe, como ideal de busca para a formação do homem Humanista, a união entre a práxis e a contemplação. Discute-se também o Romance de Formação antimodelo: Henrique de Ofterdingen de Novalis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavio Quintale Neto

O autor é doutorando em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP e professor dos cursos de Letras e Filosofia da Universidade Metodista de São Paulo.

Downloads

Publicado

2005-12-17

Como Citar

QUINTALE NETO, F. Para uma interpretação do conceito de Bildungsroman. Pandaemonium Germanicum, São Paulo, n. 9, p. 185-205, 2005. DOI: 10.11606/1982-8837.pg.2005.73703. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/pg/article/view/73703. Acesso em: 24 jun. 2021.

Edição

Seção

Literatura – Literatur