[1]
A. Flory, “Formalização estética e história na Áustria: anotações sobre Ingeborg Bachmann e Thomas Bernhard”, Pandaemonium ger. (Online), vol. 24, nº 44, p. 176-202, out. 2021.