Bolivianos em São Paulo: territórios e alteridade

Autores

  • Fábio M. Serrano Pucci Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
  • Maura P. Bicudo Véras Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.2017.143006

Palavras-chave:

Imigração, Bolivianos, Cidade, Sociabilidade, Alteridade.

Resumo

Este artigo aborda as relações de sociabilidade e a produção da alteridade dos imigrantes bolivianos em São Paulo na atualidade, tendo sido selecionados os bairros do Brás e Grajaú, por apresentarem condições de vida diferenciadas a partir das distintas localizações. Em função da natureza dos temas tratados, utilizou-se o método qualitativo, sendo entrevistados tanto bolivianos como seus vizinhos brasileiros. Alguns resultados indicaram correlação significativa entre a presença de bolivianos no Grajaú e a tentativa de se dissociar dos estigmas a eles atribuídos no bairro do Brás, pois relatam que são vistos mais por sua singularidade do que pelos estereótipos, enquanto os imigrantes do Brás afirmam o contrário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio M. Serrano Pucci, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Graduado em Ciências Sociais pela PUC-SP e mestre em Ciências Sociais pela mesma instituição.

Maura P. Bicudo Véras, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Professora Titular do Departamento de Sociologia e do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP e Pesquisadora Bolsista de Produtividade do CNPq.

Downloads

Publicado

2017-12-02

Como Citar

Pucci, F. M. S., & Véras, M. P. B. (2017). Bolivianos em São Paulo: territórios e alteridade. Plural, 24(2), 276-299. https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.2017.143006