O ensino empresarial da investigação no jornalismo contemporâneo

processos históricos e formação de habitus

Autores

  • Rodrigo Gomes Lobo Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.2020.167988

Palavras-chave:

jornalismo, etnografia, ensino de jornalismo, ditadura

Resumo

O artigo aborda o processo de aprendizagem da investigação no jornalismo, quando o repórter busca informações para construir uma notícia ou reportagem. O fazer jornalístico emprega diversos meios controversos para obter informações, atingindo de maneira anti-ética tanto camadas sociais mais marginalizadas quanto as mais poderosas. A partir de três situações etnográficas apresentadas para a reflexão (a palestra de uma jornalista consagrada; a aula de um “araponga”, detetive contratado por uma empresa jornalística; e, por fim, a palestra de um ex-“araponga”, agente do SNI, sobre etiqueta e marketing pessoal) serão discutidas as relações entre múltiplas agências sociais de investigação, incluindo o próprio ato de pesquisar o jornalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-22

Como Citar

Lobo, R. G. (2020). O ensino empresarial da investigação no jornalismo contemporâneo: processos históricos e formação de habitus. Plural, 27(2), 120-139. https://doi.org/10.11606/issn.2176-8099.pcso.2020.167988

Edição

Seção

Dossiê: "Sociologia do Jornalismo. Por uma agenda de pesquisa"