Comprometimento, motivação e processo criativo: um ponto de vista e sua aplicação na introdução ao projeto arquitetônico

Autores

  • Marise F. Machado Universidade Federal do Rio de Janeiro. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v20i34p34-58

Palavras-chave:

Introdução ao projeto. Método de ensino de projeto. Processo criativo. Projeto de arquitetura (estudo e ensino).

Resumo

O presente trabalho apresenta um estudo de caso sobre o ensino do projeto, em uma disciplina introdutória do 2º período do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFRJ, em que a interação professor-aluno é estratégia fundamental, para alcançar as metas pretendidas. Tem por base a experiência da autora como docente, junto a Concepção da Forma Arquitetônica 2 (CFA2), integrante do Departamento de Análise e Representação da Forma daquela instituição. O método de ensino ali praticado então representa uma atuação específica para o desenvolvimento do processo projetual, atuação esta inserida numa esfera maior de discussão e experimentação conjunta de procedimentos, para capacitação do estudante de Arquitetura na criação do objeto arquitetônico. O objetivo central é, por meio do comprometimento de todos com as metas traçadas, instrumentalizar o aluno para uma postura projetual mais consciente e crítica sobre como pensar e realizar seu fazer, assim como estimular nele a vontade de caminhar para além dos estereótipos e das efemeridades contemporâneas, em que a informação excessiva anestesia a motivação e embota sua aptidão reflexiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marise F. Machado, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo.

Arquiteta, mestre em Arquitetura e Urbanismo pelo Proarq-FAU-UFRJ (2009), atualmente doutoranda pela mesma instituição, na linha de pesquisa “Arquitetura Brasileira Século XX”, apoiada, em ambos os cursos, por bolsa Capes de fomento à pesquisa. Professora Substituta (2008-2009) da disciplina Concepção da Forma Arquitetônica 2 – CFA2, integrante do Departamento de Análise e Representação da Forma – DARF da FAU-UFRJ.

Referências

ÁBALOS, Iñaki. A boa vida: visita guiada às casas da modernidade. Barcelona: Gustavo Gili, 2003. 208 p.

ALVES, Rubem. Entre a ciência e a sapiência: o dilema da educação. São Paulo: Edições Loyola, 1999. 148 p.

ARNHEIM, Rudolf. Arte e percepção visual: uma psicologia da visão criadora. São Paulo: Cengage Learning, 2008. 503 p.

ARNHEIM, Rudolf. Visual thinking. Berkeley: University of California Press, 1997. 345 p.

BAKER, Geoffrey. Design strategies in Architecture: an approach to the analysis of form. Hong Kong: Van Nostrand Reinhold, 1991 (1989). 319 p.

BARKI, José. O risco e a invenção: um estudo sobre as notações gráficas de concepção no projeto. 2003. 270 f. Tese (Doutorado em Urbanismo)-Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Rio de Janeiro, 2003.

BROADBENT, Geoffrey. Design in architecture: Architecture and the human sciences. New York: John Wiley & Sons, 1973. 524 p.

BOUTINET, Jean-Pierre. Antropologia do projeto. Porto Alegre: Artmed, 2002. 318 p.

CHING, Francis. Arquitetura: forma, espaço e ordem. São Paulo: Martins Fontes, 2001. 399 p.

DE MASI, Domenico. A emoção e a regra: os grupos criativos na Europa de 1850 a 1950. Rio de Janeiro: José Olympio, 1999. 419 p.

DEPLAZES, Andrea (Ed.). Constructing architecture: materials, processes, structures, a handbook. Boston: Birkhäuser, 2008. 508 p.

DUARTE, Cristiane R. et al. O lugar do projeto no ensino e na pesquisa em arquitetura e urbanismo. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria, 2007. 536 p.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2006. 148 p.

EISENMAN, Peter. Ten canonical buildings: 1950-2000. New York: Rizzoli International Publications, 2008. 303 p.

GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo. Petrópolis: Vozes, 2009. 184 p.

GRAHAM, Dan. El arte con relación a la arquitectura. La arquitectura com relación al arte. Barcelona: Gustavo Gili, 2009. 64 p.

HERZBERGER, Herman. Lições de Arquitetura. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 2002. 272 p.

JONES, J. Christopher. Design methods: seeds of human futures. New York: John Wiley & Sons, 1980. 472 p.

KAHN, Louis I. Conversa com estudantes. Barcelona, Gustavo Gili, 2002. 96 p.

KAHN, Louis I.. Forma e design. São Paulo: Martins Fontes, 2010. 91 p.

LASEAU, Paul. Graphic thinking for architects and designers. New York: John Wiley & Sons, 2000. 246 p.

LE Corbusier: une enciclopédie. Ouvráge publié à l’occasion de l’exposition “L’Aventure Le Corbusier”, produite par le Centre de Création Industrielle et presentée d’octobre 1987 à janvier 1988. Paris: Editions du Centre Georges Pompidou, Collection Monographie, 1987.

MARTINEZ, Alfonso C. Ensaio sobre o projeto. Brasília: Editora UnB, 2000. 200 p.

MATURANA, Humberto. Para que serve a educação? In: . Emoções e linguagem na educação e na política. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2002, p. 11-14.

MATURANA, Humberto; REZEPKA, Sima N. de. Proposta reflexiva em torno da tarefa educativa. In: MATURANA, Humberto; REZEPKA, Sima N. de.Formação humana e capacitação. Petrópolis: Vozes, 2003, p. 9-12.

MUNARI, Bruno. Design e comunicação visual. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 2008. 350 p.

NIEMEYER, Oscar. A forma na Arquitetura. Rio de Janeiro: Avenir Editora, 1977. 56 p.

PIÑON, Helio. Teoria do projeto. Porto Alegre: Livraria do Arquiteto, 2006. 227 p.

RASMUSSEN, Steen Eiler. Arquitetura vivenciada. São Paulo: Martins Fontes, 2002. 246 p.

SAVIANI, Demerval. As teorias da educação e o problema da marginalidade. In: . Escola e democracia. São Paulo: Autores Associados, 2000, p. 3-34.

SCHÖN, Donald. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000. 257 p.

SCHULZ-DORNBURG, Julia. Arte e Arquitetura: novas afinidades. Barcelona: Gustavo Gili, 2002. 144 p.

SILVA, Ezequiel T. da. De como ser um bom professor. In: SILVA, Ezequiel T. da. O professor e o combate à alienação imposta. São Paulo: Cortez, Editores Associados, 1989. p. 32-35.

Downloads

Publicado

2013-12-30

Como Citar

Machado, M. F. (2013). Comprometimento, motivação e processo criativo: um ponto de vista e sua aplicação na introdução ao projeto arquitetônico. PosFAUUSP, 20(34), 34-58. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2762.v20i34p34-58

Edição

Seção

Artigos